05/08/2022 - 06:24

Por: Prof. Jânio Batista

Mensagem de sexta-feira (05)


 

BOM DIA PARA VOCÊ...
Estou aqui pensando com meus botões... Há muitas pessoas que sentem dificuldade para estabelecer até onde é possível ser sincero e, por conta disso, acabam se prejudicando nas suas relações pessoais e de trabalho. Hoje, no mundo que vivemos não se perdoa pessoas com esse comportamento. Alguns acreditam que uma das regras da boa educação dita que uma pessoa educada é aquela que se mantém de boca fechada. Mas isto não é 100% verdade. O ideal é saber controlar a língua, ser capaz de dizer coisas agradáveis, mas também saber ser crítica quando necessário. A gente até pode e deve, em algumas situações, falar uma coisa negativa para o outro. Mas é preciso cuidar da forma e do tom de como fazer isto sem magoar quem nos ouve. Lembra
quando pequenos, aprendemos que a sinceridade é uma virtude e que sempre devemos falar a verdade. Sem dúvida, ser sincero é ser verdadeiro e honesto. Porém, há situações em que a sinceridade acaba atrapalhando e tendo consequências sérias. Isto porque, às vezes, em uma relação com um amigo, colega de trabalho ou familiar, a sinceridade pode pôr tudo a perder, dependendo da interpretação que o outro dá ao que ouve. Para fazer a melhor escolha quanto a ser sincero ou não, o melhor é observar com quem se está lidando. Há casos, também, em que simplesmente que silenciar-se pode causar um efeito bem menos nefasto do que a sinceridade absoluta.

E, há ainda, aqueles momentos em que, mesmo sendo difícil, a gente vai ter que ser sincero, falando a verdade, mesmo que a pessoa na hora se revolte. Mas, depois, ela vai se sentir melhor e entender que foi para o bem que se agiu assim. Uma crítica sincera e honesta ajuda a melhorar não só o outro, mas a comunidade onde se vive. A linha entre a sinceridade e a franqueza desmedida é muito tênue, segundo a psicologia. O excesso de franqueza significa falta de autocontrole. Por isso, nada como ter bom senso e cuidado para saber dosar com moderação os ímpetos de franqueza e sinceridade. Devemos ser sinceros, mas não a ponto de ferir o outro. Claro, que é importante sermos verdadeiros em nossas relações, expormos o que estamos sentindo e pensando.
O segredo está em saber se policiar para não falar tudo que vem à cabeça. Eu aprendi a expressar minha opinião, mas tenho sempre uma boa dose de cautela e sabedoria para não usar mal as palavras e causar danos para os outros e para eu mesmo. O ser humano precisa ser verdadeiro consigo próprio, reconhecendo suas próprias faltas e administrando internamente seus fracassos e falhas. É assim que estas fraquezas são superadas. Lembre-me sempre: "...A sinceridade não é dizer tudo o que se pensa, mas crer em tudo o que se diz..." Desejo-lhe um dia iluminado. Cuide-se...!

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Mensagem de sexta-feira (05)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.