29/11/2021 - 06:00

Por: Antonio Costa / Zakinews

Ciclista amazonense pedala até atingir as 26 Capitais e o Distrito Federal


 

Antonio Costa, EXCLUSIVO ao Zakinews

Cáceres recebeu na última quarta-feira, 24, a visita do ciclista morador de Humaitá-AM, Valdeni Pinheiro Alves, 43, que pratica o ciclismo há mais de 25 anos e se especializou em percursos longos, até mesmo já por mais de uma vez, pedalou todos os dias do ano.

Em Cáceres ele lançou o Projeto Pão Solidário

Aqui o experiente ciclista cumpriu 12 horas de pedal em torno da Praça Barão do Rio Branco, tendo iniciado o desafio por volta das quatro horas da manhã daquele dia e se encerrado por volta das cinco da tarde, até que o aplicativo Strava tivesse cravado as doze horas de atividade conforme o que estava programado.

Nas voltas em torno da Praça Barão do Rio Branco, o aplicativo marca 180 km pedalados

Foram 181 quilômetros percorridos na referida e tradicional praça. Pasmem, sem almoçar! Ao final de mais este desafio, ele disse à reportagem “que ninguém apareceu para lhe oferecer almoço”. Como é bastante tímido, ele sente “sem jeito de pedir”, conforme mesmo disse. Isso em que pese adentrar num dos restaurantes do local para fazer suas necessidades fisiológicas e também carregar o celular durante a puxada atividade física.

O experiente ciclista já esteve outras vezes em Cáceres

Valdeni não é a primeira vez que se lança nas estradas com a finalidade de quebrar recordes. No ano de 2008 ele por exemplo, percorreu nove estados brasileiros durante cinco meses.

Em 2011 pedalou 347 dias até atingir todas as 26 capitais e o Distrito Federal.

No ano seguinte conseguiu entrar para o ranking Brasil por ter quebrado o recorde brasileiro de mais rápida trajetória de bicicleta feita por todas as capitais do Brasil.

Projeto “Pão Solidário”

Valdeni, o ciclista das estradas, por onde passa divulga o importante projeto intitulado “Pão Solidário”, que visa arrecadar alimentos e recursos para famílias carentes. A iniciativa lhe valeu o reconhecimento como Embaixador da Paz pela Federação para a Paz Universal.

Os velhinhos do Lar Servas de Maria foram atendidos com o projeto

No pedal em Cáceres, por exemplo, ele tentou arrecadar alimentos para o Lar das Servas de Maria. A princípio teve a iniciativa frustrada, haja vista que durante as horas que pedalou, somente conseguiu arrecadar um pacote de arroz e outro de feijão.

Sentindo-se triste com a falta de apoio, ele tentou justificar que já havia experimentado antes tal frustração, quando numa cidade –não disse qual – pedalou com a intenção de arrecadar brinquedos para as crianças. Tamanha foi sua decepção já que nenhum brinquedo foi doado naquele local.

O ciclista não desistiu. Ele foi na quinta-feira visitar a Rádio Difusora e pedir a colaboração dos locutores no sentido de divulgar a sua proposta de arrecadar alimentos para os velhinhos do Lar das Servas de Maria.

Ele também percorreu as lojas estabelecidas ao longo da Avenida Sete de Setembro convidando parceiros para ajudarem na execução do seu importante projeto.

Alimentos arrecadados em frente ao Juba Supermercados

Insistindo na sua proposta de ajudar o próximo, ele não se deu por vencido. Parou na frente de um supermercado no centro e passou a divulgar o seu projeto humanitário. Deu certo, os clientes que entravam no estabelecimento, ouviam sua proposta e passaram a colaborar.

Contente, Valdenio do pedal, então estava próximo de cumprir a sua missão na cidade. No período da tarde de quinta-feira ele levou os alimentos arrecadados ao Lar das Servas de Maria, oportunidade que foi recebido pelo presidente Nivaldo Teodoro de Mello, que contente agradeceu pelo coração generoso do referido ciclista e a sua missão de pedalar e ajudar os menos favorecidos.

Somente após cumprir a sua missão em Cáceres, na manhã de sexta-feira, o ciclista empreendeu a continuidade de sua viagem pelas estradas agora com destino à capital mato-grossense, Cuiabá.   

O amazonense do pedal, revela que pedalar é aquilo que ele mais gosta de fazer. “Sempre pedalo e quero pedalar mais”, admite como se percorrer quilômetros de distâncias nas estradas fosse tarefa para qualquer um.

Recebido pelo presidente do Lar Servas de Maria, Nivaldo de Mello, acompanhado pela imprensa de Cáceres

Não é e nunca vai ser!

Valdeni tem é muita coragem, raça e valentia. Antes de cumprir a etapa nesta cidade, ele havia pedalado várias horas na cidade de Pontes e Lacerda. Vai ser assim. Ao chegar em Cuiabá, outra capital visitada, mais uma meta atingida e os quilômetros só aumentam para o verdadeiro rei das estradas e a sua eterna companheira, a bicicleta. Diariamente ele faz em média 150 quilômetros. A previsão é que após a estada na capital mato-grossense ele segue para Goiânia. Prevê que o Natal deverá passar em Tocantins.

Na agenda está o encerramento da jornada em abril de 2022 quando pretende atingir Boa Vista –RR.

Para contribuir com o Projeto Pão Solidário

O ciclista deixa disponibilizado uma conta para receber doações que serão revertidas em alimentos para trinta entidades beneficiadas.

Valdeni Pinheiro Alves

Caixa Econômica.
AG 4326 – Conta 00005225-1, Operação 13.
Pix 60022795200

Comentários: ( 7 ) cadastrados.
Por: Jorge Guimarães
Cáceres
👏👏👏👏👏👏👏👏
29/11/2021 12:00:42

Por: Maria Teresa Martins
Cáceres-MT
Que Deus abençõe o seu caminho e coloque pessoas boas sempre nas suas paradas. O mundo precisa de mais seres humanos como você....
29/11/2021 11:24:00

Por: eleuza
caceres
vamos ajudar!!!!!
29/11/2021 11:03:20

Por: Karine
Cáceres
Quanta coragem e determinação! PARABÉNS pela bela atitude, este é o verdadeiro significado de unir o útil ao agradável.
29/11/2021 10:37:21

Por: Nair Gonçalves
Cáceres
Que disposição! Parabéns ao Valdeni por este grande desafio, é impressionante
29/11/2021 10:11:09

Por: Antonio Carlos
Cáceres
Que grande iniciativa, com certeza era influenciar muitas pessoas. Parabéns..
29/11/2021 09:42:33

Por: Valdeni Pinheiro Alves Projeto Pão Solidário Com
Humaitá Amazonas
Tudo Que Faço é De Coração e De Mais Ao Próximo
29/11/2021 07:21:05

Faça o comentário para a noticia: Ciclista amazonense pedala até atingir as 26 Capitais e o Distrito Federal

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.