24/11/2021 - 05:58

Por: Jânio Batista de Macedo

Mensagem de Quarta-feira (24)



BOM DIA PARA VOCÊ...!

Pensando aqui com meus botões. Aprendemos muito cedo, na escola, a associar 'erro' a preguiça, irresponsabilidade ou burrice e 'acerto' a inteligência, força e dedicação... E ao longo da minha vida sempre ouvi dos amigos: "...Eu me 'arrependo' de ter aceitado o primeiro salário oferecido em uma negociação. De ter pedido demissão. De não ter pedido demissão. De ter deixado um projeto especial por outro que, afinal, nem era tão incrível. De ter trabalhado demais, me esforçado de menos. Feito inimizades, querido agradar a muita gente. De ter perdido a oportunidade de arriscar mais, voltar atrás e começar tudo de novo..." - Mas considere; todos nós de certa forma colecionamos "arrependimentos". E desconfie de quem diz que não se "arrepende" de nada...! Isso não significa que essa pessoa nunca falhou, mas que ela, simplesmente, não imaginava como as coisas poderiam acontecer de uma forma melhor se agisse de outro jeito. "Arrepender-se", portanto, está longe de ser ruim...!

É um exercício de auto-conhecimento, uma análise pelo retrovisor que mostra com clareza que muitas vezes estivemos errados. E que, se hoje somos capazes de enxergar isso, com novas lentes, sob outras circunstâncias, não é porque antes éramos estúpidos. O erro não existe a não ser no passado. No momento em que uma ação é praticada, mesmo que seja ilegal ou imoral, é considerada “certa” por quem a executa. Podemos até reconhecer o grande equívoco. Confundimos cometer erros com sermos “errados”. Perdemos assim a coragem de fazer e arriscar e, igualmente importante, de recuar e reconhecer quando alguma coisa não dá certo...! "Arrependimento" não apenas nos lembra do que fizemos mal, mas de que podemos fazer melhor hoje ou amanhã...! Um ótimo dia para você. Cuide-se...!

(Prof.Jânio Batista de Macedo)

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Mensagem de Quarta-feira (24)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.