05/07/2021 - 07:00

Por: Antonio Costa / Zakinews

Adilson Reis, principal nome do vôlei mato-grossense através dos tempos


 

Antonio Costa,  EXCLUSIVO ao Zakinews

Zakinews abre espaço para prestar uma justa homenagem ao cacerense Adilson Domingos dos Reis, que nesta segunda-feira (5) festeja seus 73 anos de vida. Torcedor do Santos Futebol Clube, o renomado engenheiro filho dos saudosos Raimundo Cândido dos Reis e Catarina dos Reis, tem no vôlei uma de suas preferidas paixões ao lado da profissão de engenheiro civil, formado que foi pela Universidade Federal de Mato Grosso, a UFMT, é membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres-IHGC, sócio fundador.

No dia do seu aniversário, a reportagem traz como foco central uma síntese da história do vôlei cacerense que sempre marcou época em todo MT graças as sucessivas revelações e talentos emergidos através dos tempos.

O homenageado iniciou na referida modalidade aos 13 anos. Era destaque em que pese a tenra idade, tanto é que defendeu a Seleção Estudantil de Cáceres até aos 18 anos.

Histórico

Adilson vestiu a camisa da Seleção Universitária Mato-grossense durante 5 anos.

Participou dos Jogos Universitários Brasileiros por 3 vezes.

Foi da Seleção Mato-grossense durante 10 anos.

Atuou nos Jogos do Centro Oeste (Brasília e Goiânia).

Jogos Pré-Olímpicos Brasileiros (Juiz de Fora-MG).

Jogos Abertos do Paraná/1975 quando vestiu a camisa do Maringá-Paranavaí.

Jogos Abertos Mato-grossenses -76,77,78.

Equipes – Sesc Cuiabá, Mixto, Dom Bosco, Náutico, Uirapurú, AABB Cuiabá, Iate Clube, Acena, Butterfly (Cáceres).

Como técnico de vôlei, ele atuou no Colégio Coração de Jesus, CAU, Colégio São Gonçalo, (Cuiabá); treinou a Seleção Estudantil de Cáceres, 66 BIMtz, AA Cohab Nova.

Começou na velha quadra do EC Humaitá

Adilson Reis volta ao tempo e relembra como tudo começou:

“Atribuo à oportunidade de ter, desde a infância, um espelho desta modalidade de esporte, que era a sua prática na velha quadra do E.C.Humaitá, a quadra antiga sem cobertura, onde diariamente se reuniam pessoas para a prática do esporte”.

Me recordo - prossegue - que “ainda pequeno assistia jogos no Humaitá entre equipes masculinas e femininas de Cáceres, Cuiabá e Corumbá-MS, eram famosas as disputas entre os Clubes “Mato Grosso” e “Humaitá”, e mais ainda aquelas partidas disputadas em especial contra a seleção de Corumbá, estamos falando dos anos 40”.

A foto anexada mostra um flagrante de pós-jogo da seleção feminina de Cáceres em uma destas oportunidades. Pelo piso esta foto é na sede do Humaitá.

Seleção Cacerense Feminina reunida descontraída no salão do Esporte Clube Humaitaá

Com certeza, ainda antes destes fatos, a foto da antiga Praça Barão (abaixo) também mostra em primeiro plano do lado esquerdo, a demarcação de uma quadra de voleibol, e com iluminação!


Ele se lembra, que nessa época, o vôlei “era pura recreação, era praticado especialmente na Praça Barão e na velha quadra do Humaitá, assim como na praia do Daveron e em algumas ruas do centro”.

Principal patrocinador

Um dos principais incentivadores da modalidade era o Sr. João Deluque, que diariamente armava sua rede em frente à Catedral de São Luiz e disponibilizava as bolas, praticando o esporte junto com os jovens, certamente para manter-se em forma, atleta que foi em seu Clube de paixão o Fluminense, e naturalmente para incentivar a meninada para atividades sadias. 

Grupo de atletas de voleibol cacerense que integrou a Seleção comandada por Adilson Reis

Atletas que vestiram a famosa camisa

Naquela época, Adilson Reis recorda, que como ainda hoje, infelizmente, o esporte era praticado e bancado por abnegados amantes do esporte, “nós nos cotizávamos para adquirir todo o material necessário, ficou famosa a camisa vermelha de mangas compridas que usamos nos jogos abertos de Cuiabá, estas foram pintadas graciosamente pelo Sr. Nego Pintor”. Deixou muitas saudades aquela equipe formada por Jony (in-memorian), Novato “Cuiabano”, Milton “Enrolado”, Sérgio “Gringo”, Cristóvão, Jandir, Matungo, Pino, Edson “Gordo”, Leonardo, Nino, Nenê, Taisir, Jairo, Oacir “Cabelo”, Willer, Kenedy, Osni, Pelézinho, Chupeta, Chá, Avelino, Ten. Castro e ainda Dirceu, Fábio, Luiz “Negão”, Paulo Drager, Gilmar “Catalata”, Willerson, Flávio, Maurício, Eronildo, Cerlan, Joel, Dedé, Janir, Janimar, Toninho, Foad, Juninho, Claudionor, Edilson e tantos outros das novas gerações, além das meninas do não menos heroico voleibol feminino por muito tempo conduzidas pelo Luciano Curvo. 

A seleção Cacerense se revezava nos locais de treinamentos, eram sempre variados, e dependia da boa vontade dos parceiros, como o antigo Humaitá, Iate Clube, 2º Bfron, Instituto Santa Maria, “e é óbvio, o nosso lugar cativo era na Praça Barão mesmo”.

As principais competições

Revela o aniversariante homenageado, que naquele tempo, as principais competições eram: os Jogos Escolares Brasileiros - JEBs; Jogos Universitários Brasileiros - JUBs, esta era a “Liga Nacional” da época; Jogos Abertos de Cuiabá, que era um interestadual com Mato Grosso ainda inteiro, Minas Gerais, São Paulo e Goiás.

Adilson Reis comandando a Seleção Cacerense Feminina de Volei


Treinou Rogério Ceni

O esporte era segundo ele, “pura recreação, depois além de manter a forma virou uma verdadeira paixão, tanto que quando deixei as quadras como atleta, passei a ser treinador, buscando inclusive especializações mais avançadas. Período altamente gratificante da minha vida, sendo que por minhas mãos passaram atletas como o ex-goleiro do São Paulo, o consagrado Rogério Ceni, na época convocado por mim enquanto técnico da seleção mato-grossense de vôlei (anos 70), ainda tenho as fichas de avaliação física da turma e alguns recortes de jornais”.

Adilson revela qual não foi sua grande surpresa e emoção, muitos anos depois, ocasionalmente, ter encontrado o seu ex-aluno no Aeroporto de Curitiba-PR em meio aos companheiros da delegação do São Paulo FC, e, de ter sido reconhecido pelo ex-atleta hoje treinador do C.R. Flamengo.


Modalidade evoluiu muito

Do ponto de vista técnico e tático aconteceram muitas mudanças importantes, inclusive nas regras, mas na prática o principal acontecimento, que por sinal sempre foi uma meta perseguida, foi “ganhar velocidade nas alturas”, a figura do líbero, o ganho em estatura dos atletas, etc. E ainda uma coisa muito importante, a profissionalização do esporte. É como Adilson Reis vê a modalidade no atual momento, ele, a exemplo dos que apreciam e acompanham o esporte, comemora a conquista da Liga das Nações pela seleção masculina no domingo passado.

A Confederação Brasileira acaba de convocar os 12 atletas que irão à Tóquio como favoritos para o Ouro Olímpico. Levantadores: Bruninho e Cachopa. Opostos: Wallace e Alan. Ponteiros: Leal, Lucarelli, Douglas, Souza e Maurício Borges. Centrais: Lucão, Maurício Souza e Isac. Líbero: Thales.

A Seleção Brasileira está no grupo B da competição ao lado da Argentina, Estados Unidos, França, Rússia e Tunísia. A estreia será contra os tunisianos.

O homenageado revela, que em MT a modalidade passou a apresentar evolução, com a presença da professora Delma Borges no comando da Federação Mato-grossense. Ela por sinal foi a primeira mulher presidente de uma federação no país. Tinha sua comissão técnica chefiada pelo professor Mansberg. (meados da década de 70/80).

João Deluque, no centro da foto, foi um dos grandes incentivadores do voleibol em Cáceres


Esporte tradicional na história de Cáceres

Os registros apontam os veteranos adeptos do passado que contribuíram para o desenvolvimento do voleibol cacerense: João Evaristo Curvo (Curvinho), Edgar Rondon, Pedrinho da Farmácia, Pedro Paulo Pinto de Arruda, o Pedrinho da Saab, “Willi” da Tornearia, Joaquim Fontes, Lulu Castrillon, e o patrono João Deluque.

Mas recentemente os registros permanecem indeléveis com a contribuição ao esporte dada pelo professor Hélio Manzini, paulista que aqui chegou e aqui ficou. Professor de Educação Física nas escolas estaduais, o referido profissional sempre incentivou as modalidades esportivas entre seus alunos. O vôlei cacerense cresceu também com a sua ajuda.

O professor Geovanil dos Santos Sacramento, ex-atleta de futsal, presidente de várias equipes a exemplo da AA Cohab Nova, quase imbatível na famosa 24 Horas de Futsal. No vôlei a Cohab chegou a uma terceira colocação estadual constituída por atletas genuinamente cacerenses, ao passo que outras equipes, importaram atletas de outros estados. Atletas remanescentes da equipe estudantil, vice estadual em 1986.

“As Meninas” do Luciano Curvo, também marcaram época. Infanto juvenil, que participavam do juvenil para adquirirem experiência, entrosamento e bagagem. Foram elas: Luzian, Tei, Bete, Andréa, Alice, Fabiane, Cristiane, Onilza, Eliane, Simone, Ronizi, Silvia, Roselane. Gratidão ao dr. Arthur Otávio Monteiro, de Cuiabá, “por ter engajado e apoiado a este grupo com tanto carinho”.

Seleção Masculina

Adilson Reis tem um banner com um pouco da história do voleibol cacerense, apresentado por ocasião do I Encontro dos Amigos da Princesinha do Paraguai, em 15 de dezembro de 2012 no Sesi Clube.

Adilson Reis e Paulo Fanaia, durante apresentação no 1º Encontro dos Amigos da Princesinha do Paraguai, em 2012


O documento serviu para a juntada de dados na confecção deste material. O banner traz nomes que integraram a Seleção de Cáceres comandada pelo homenageado nesta oportunidade, são eles: Dirceu, Fábio, Luiz Paulo, Gilmar, Willerson, Flávio, Maurício, Eronildo, Cerlan, Joel, Dedé, Janir, Janimar, Foad, Claudionir, Edilson.

Os treinamentos eram realizados no Iate Clube, quadras do CEOM, São Luiz, muitas vezes pagando do próprio bolso o aluguel da quadra do extinto Clube Humaitá.

Colaboradores

Deputado Ninomiya Miguel, Ernani Martins, Antonio Fontes, secretário Hamilton Gurjão de Brito, Irmãos Matsushita, Foto Kishi, Comercial Cemasi, PPP Arruda, Mário Henry, Fabian Fanaia, Comercial, Olímpia, Onely Viegas, Dra. Rosa Rudner, Wilton Miranda, JBA, Avelino da Butterfly, Nilson da Mini Loja, Sebastião Capim “pelo surgimento da nova geração”. E o Correio através do repórter Toninho Costa que sempre procurou as matérias para fazer a divulgação.

O ex-atleta de voleibol e engenheiro Adilson Reis foi o responsável técnico do projeto do Circuito Banco do Brasil de Volei de Praia, realizado em Cáceres, em 2008, com fechamento da quadra e arquibancada de estrutura metálica


Cáceres sediou o maior evento do Vôlei de Praia

Está registrada nos anais da história, a participação de Cáceres na 5ª. etapa do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia, entre os dias 03 e 06 de abril de 2008.

Promoção da Confederação Brasileira com total apoio do Banco do Brasil, Deputado Pedro Henry, Governo Blairo Maggi e Prefeitura local.

Várias duplas de renome internacional se fizeram presentes: Ricardo, Emanuel, Alison, Bruno Shimdt, Zé Marco, Juliana e Larissa, Maria Clara, Carolina, Maria Elisa, Val, Agatha, Shaylin.

Coube ao agora engenheiro Adilson Reis, elaborar o layout que transformou parte da Praça de Eventos da Sicmatur numa moderna arena festiva desta que foi considerada a maior de todos os tempos em Cáceres.

Adilson foi o cicerone do presidente da Confederação Brasileira, Ary da Silva Graça Filho, seu antigo conhecido mas quadras brasileiras.


Homenageado pela Federação Mato-grossense

Em 23 de junho de 2019, em Cuiabá, durante a Liga das Nações de Vôlei, o cacerense Adilson dos Reis foi, juntamente com outras seis pessoas, homenageado pela Secel e Federação Mato-grossense de Voleibol (FMTV), pois conforme o secretário Alan Kardec, “o objetivo foi agraciar nomes que ajudaram a fomentar e profissionalizar o esporte, fazendo história no Estado”.

Lembrou ele na oportunidade, “essa singela homenagem é para demonstrar e relembrar o grandioso trabalho que fizeram pelo esporte mato-grossense”.

Ao finalizar, Kardec ressaltou:” Adilson foi ex-capitão da Seleção de MT nos anos 70. Se tornou técnico do time estadual que disputou os Jogos Estudantis na década de 80”. “São os pioneiros que vieram antes de nós”...

Aprendizado

“O voleibol além de ser uma prática esportiva, também funcionou como uma escola de vida, acrescentado a consciência coletiva (trabalho em grupo), socialização dentro e fora das quadras e espelho para outras áreas de atividades, numa transposição e aplicação das suas regras para as atividades do nosso dia a dia profissional e humano”.

(A matéria-homenagem ao ex-atleta Adilson Domingos dos Reis, originou-se também da consulta feita ao trabalho de fôlego do acadêmico Rodiney da Silva Rodrigues, janeiro/2012, sob orientação do Professor Mestre Fábio Penha Coelho, na conclusão do curso de Educação Física da Unemat, sob o título: Origem e Histórias do Voleibol em Cáceres-MT).

 

Comentários: ( 17 ) cadastrados.
Por: Jairo Nilton Santos
Cuiabab - MT
Parabéns Adilson Reys, meu amigo e grande incentivador do voleibol Cacerense, pessoa humilde e um grande profissional na sua area de Eng. Civil, o qual tive um grande prazer em trabalhar uma epoca com voce. Nos teve a ensinar e incentivar, para o trabalho e o esporte. Boas e Grandes lembranças, obrigado por
tudo que nos fez apreender. Abrs!
06/07/2021 15:12:53

Por: Juvenal Pedroso ( Pelezinho)
Caceres
Parabéns Adilson Reis !!! Época maravilhosa !! Obrigado pelo aprendizado do vôlei ! Abraços!
06/07/2021 06:30:51

Por: Maria José Soares Nicodemos Bruzzon
Caceres
Parabéns Dr Adilson pelo seu aniversário. Que Deus na sua infinita bondade lhe conceda muitas felicidades e bençãos. E aos mentores dessa belíssima narrativa carregada de histórias e memórias, nossos agradecimentos e elogios pelo teor da reportagem. Me recordo "ainda quando adolescente", dessa trajetória da equipe de vôlei que abrilhantavam os jogos escolares na quadra do esporte clube Humaitá. Nossos sinceros agradecimentos, respeito e admiração
05/07/2021 21:02:13

Por: Jose Marcio
Caceres
Amigo das antigas, muito bom conhecer um pouco mais da sua história... Meus mais sinceros parabéns pela data de hoje, muitos anos de vida, saude e paz.
05/07/2021 18:29:10

Por: Ivan
Cáceres
Parabens Adilson pela participação ativa na historia do nosso município, um grande presente de aniversario esta homenagem. Forte abraço
05/07/2021 17:33:59

Por: Antonio Júlio Maciel
Cáceres
Parabéns lembro da trajetória do Dr. ADILSON REIS NAS QUADRAS
05/07/2021 17:09:28

Por: Donizete Aparecido de Freitas
Cuiabá
Parabéns Dr. Adilson Reis pelo aniversário, parabéns também para os idealizadores desta justa homenagem, ao Dr. Adilson que sempre levou o nome de Cáceres para todo cenário nacional através do esporte.
Me lembro de aguardar as tarde e os sábados domingos e feriados para jogarmos vôlei no Iate
05/07/2021 13:39:33

Por: Paulo Cesar Homem de Melo
Cuiabá
Adilson dos Reis, desde jovem o conheci como um dos filhos de Raimundão, depois meu colega como engenheiro, trabalhamos juntos, mas no terceiro set de nossas vidas vivemos momentos inesquecíveis jogando volei no Iate Clube de Cáceres, você um craque ainda , onde reconhecíamos sua qualidade e nós, já idosos companheiros, que procuravam não decepcioná-lo. Passadas décadas, quando antigos companheiros seus se reunem, ainda lembramos de seus ensinamentos, nem sempre seguidos ,pois já tínhamos tomado umas. Saudades de você e desse tempo no Iate !!! Kishi e Toninho, vocês assim às segundas nos trazem reminiscências que nos emocionam, mas fazem a gente lembrar que vivemos dias muito agradáveis no nosso passado. Muito obrigado !!!
05/07/2021 12:51:30

Por: Paulo Antônio Costa
Cuiabá
Belíssima homenagem, que estória de vida, eu era criança mais lembro muito bem dos jogos de vôlei na Praça Barão, era show, sucesso, mais uma vez parabéns Adilson, um belo exemplo para os jovens de Cáceres
05/07/2021 12:40:55

Por: Mario Sergio
Cáceres
Meu amigo essa oportunidade de homenagear as pessoas permite aumentar a lente de admiração que temos delas...PARABENS por exaltar a historia das personalidades cacerenses, é um grande serviço que deixa para nossa cultura. Ao Adilson, o nosso respeito por toda sua trajetória, grande destaque no esporte, na engenharia... Homenagem veio no dia certo. Aproveito para mandar um feliz aniversário, muita saude que é o que importa.
05/07/2021 10:42:31

Por: sandro
caceres
grande adilson, parabens pelo seu aniversario e pela homenagem, merece demais meu amigo.
05/07/2021 09:55:37

Por: BRUNO HOMEM DE MELO
Cuiabá
linda matéria.. resgate de lendas do vôlei e do esporte estadual. Testemunhei todas essas etapas, desde Joao Deluque jogando tênis e vôlei na praça Barão, passando pelo maior de todos (seu Adilson dos Reis: um craque de uma técnica inacreditável e uma educação admirável), pela grande seleção de Wylerson, Cerlan , Fabinho, chicao, os irmãos Foad etc...passando pelas meninas da seleção , e chegando aos tempos deliciosos do volei de praia do iate.. bons tempos.. parabéns seu Adilson e mais uma vez nota 10 kishi e toninho
05/07/2021 09:48:01

Por: LÚCIO OLIVEIRA FILHO
Cuiabá/MT
Adilson Reis possui uma nobreza de caráter inexpugnável. Trata-se de uma autêntico cacerense que sempre defendeu com amor e dedicação o desporto local que, devido à sua paixão, transpôs fronteiras.
Vale ressaltar que toda a sua dedicação ao desporto e bem assim a maioria das causas que abraçou, foram exercidas sem nenhuma remuneração.
Essa dedicação, esse desprendimento, esse respeito, é para poucos.
Parabéns ao Adilson a ao ZAKI NEWS que resgata as principais personalidades do povo cacerense.
05/07/2021 09:27:22

Por: Irineu de Araujo
Cuiabá-MT
Adilson Reis, filho de família tradicional de Cáceres possui extensos servicos prestados nas áreas de esporte, profissional, entidades de classes e Política. É uma pessoa íntegra e carismática, dono de uma bagagem intelectual intensa que enche de orgulho seus amigos e conterrâneos. Sempre foi admirado pelo meu irmão Nivaldo de Araújo (falecido) que tinha um sonho de vê-lo Prefeito de Cáceres, talvez eu tenha esse privilégio. Parabéns a equipe Zakinews pela reportagem. Caberia outros capítulos desse ilustre conterrâneo dos serviços prestados de suma importância para Cáceres, Mato Grosso e sua economia.
05/07/2021 08:13:34

Por: Maria de Fátima
Cáceres
Homem humilde e cheio de talento, dedicado em tudo o que fez/faz. Merece todas as homenagens, que Deus continue abençoando seus projetos, desejo muito sucesso. Araços em toda família
05/07/2021 08:04:55

Por: Adelino Braz Venuti
Cáceres
Parabéns Dr Adilson, aqui está apenas uma sinapse de tudo que o Sr representa para Cáceres e região. O Sr. é um presente de Deus para nossa cidade. Feliz aniversário.
05/07/2021 07:34:18

Por: Dirceu Luiz da Silva Siqueira
Cáceres-MT
Parabéns Kishi pela belíssima homenagem. O meu preclaro amigo e ídolo Dr. Adilson Reis, pai do voleibol cacerense merece muito. Além de grande incentivador do esporte em nossa sociedade, é uma pessoa humilde e um excelente profissional. A você Dr. Adilson meu respeito, consideração e muita admiração pelo brilhante ser humano que és. #tamojunto
05/07/2021 07:02:04

Faça o comentário para a noticia: Adilson Reis, principal nome do vôlei mato-grossense através dos tempos

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.