01/10/2015 - 07:52

Por: Assessoria

Após anúncio da Petrobras, gasolina e diesel terão aumentos


Foto: Web

   Novo aumento nos combustíveis terá impacto nas bombas, em Mato Grosso. A informação é do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo), Aldo Locatelli. O reajuste é por conta do anúncio da Petrobras, na noite desta terça-feira (29), e afetará os preços da gasolina e do óleo diesel nas refinarias. Para a gasolina, o aumento foi de 6% e para o óleo diesel o aumento é de 4%. Os reajustes passaram a vigorar já nesta quarta-feira.

   À imprensa, nesta manhã, o presidente do Sindicato explicou neste ano aconteceram cinco aumentos. Em fevereiro o governo federal aumentou os preços da gasolina e do diesel ao rever a CIDE e o PISCofins em R$0,22 R$0,15, respectivamente. Além disso, nos últimos 90 dias, a Petrobras reajustou por três vezes o preço do óleo diesel, acumulando um aumento para as distribuidoras de R$ 0,064, sem contar este novo aumento.

   Outro ponto que chama a atenção é de que no ano passado enquanto o petróleo estava acima de 100 dólares - o barril -, o governo segurou os reajustes que eram necessários e, agora, com o barril a 50 dólares, ele alega a necessidade de refazer o caixa da Petrobras e aumenta consideravelmente os preços.

   Destacou também que a inflação acumulada de janeiro a setembro deste ano de 2015 é de 7,06%, enquanto que o óleo diesel contabiliza mais de 14% de aumento  durante o ano na distribuidora, o que não chegou aos postos por conta da concorrência e liberdade do mercado em estabelecer seus preços.

   Sobre o impacto do novo reajuste, Locatelli explicou que é preciso verificar a reação das distribuidoras, o que poderá ser visto nos próximos Levantamentos de Preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).  

   Novo aumento nos combustíveis terá impacto nas bombas, em Mato Grosso. A informação é do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo), Aldo Locatelli. O reajuste é por conta do anúncio da Petrobras, na noite desta terça-feira (29), e afetará os preços da gasolina e do óleo diesel nas refinarias. Para a gasolina, o aumento foi de 6% e para o óleo diesel o aumento é de 4%. Os reajustes passaram a vigorar já nesta quarta-feira.

   À imprensa, nesta manhã, o presidente do Sindicato explicou neste ano aconteceram cinco aumentos. Em fevereiro o governo federal aumentou os preços da gasolina e do diesel ao rever a CIDE e o PISCofins em R$0,22 R$0,15, respectivamente. Além disso, nos últimos 90 dias, a Petrobras reajustou por três vezes o preço do óleo diesel, acumulando um aumento para as distribuidoras de R$ 0,064, sem contar este novo aumento.

   Outro ponto que chama a atenção é de que no ano passado enquanto o petróleo estava acima de 100 dólares - o barril -, o governo segurou os reajustes que eram necessários e, agora, com o barril a 50 dólares, ele alega a necessidade de refazer o caixa da Petrobras e aumenta consideravelmente os preços.

   Destacou também que a inflação acumulada de janeiro a setembro deste ano de 2015 é de 7,06%, enquanto que o óleo diesel contabiliza mais de 14% de aumento  durante o ano na distribuidora, o que não chegou aos postos por conta da concorrência e liberdade do mercado em estabelecer seus preços.

   Com Assessoria

   Sobre o impacto do novo reajuste, Locatelli explicou que é preciso verificar a reação das distribuidoras, o que poderá ser visto nos próximos Levantamentos de Preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).  


Por Circuito MT

 

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Após anúncio da Petrobras, gasolina e diesel terão aumentos

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.