09/07/2015 - 16:17

Por: Hemilia Maia

Acadêmico da Unemat conquista prêmio no 22° Congresso de Biólogos em Cuiabá


   O acadêmico Adriano Silva dos Santos da graduação em Ciências Biológicas do campus de Nova Xavantina, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), recebeu este mês, em Cuiabá, certificado e premiação em dinheiro no valor de mil reais, pelo 3º lugar, no Prêmio Dra. Bertha Lange de Morretes no 22ª Congresso de Biólogos (22ºConBio) do Conselho Regional de Biologia da 1ª Região, que envolve os estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo (CRBio-01).

   Adriano Santos concorreu com um trabalho sobre o morcego Rhogeessa Hussoni, intitulado: Caracterização citogenética e morfometria craniana de um exemplar de Rhogeessa Hussoni (Chiroptera: Vespertilionidae) de área de cerrado brasileiro.

   Durante os quatro dias do 22° ConBio do CRBio-01 houveram diversas atividades com a participação de vários especialistas de diferentes áreas da Biologia. Além das conferências, minicursos e mesas-redondas, fizeram parte da programação o 4º Concurso de Fotografias e o Prêmio Bertha Lange de Morretes.

   A comissão julgadora, designada pela Diretoria do CRBio-01, que analisou os trabalhos considerou aspectos como: objetivos claramente definidos; metodologia adequada; e resultados apresentados com clareza e conclusões pertinentes, sendo a qualidade gramatical e ortográfica um dos critérios de avaliação.  

   Adriano Santos, que disse estar imensamente feliz e ter sentido um enorme prazer em receber a premiação, citou os que participaram de sua conquista. “Não posso deixar de agradecer a minha orientadora, a professora Karina de Cassia Faria e o meu coorientador professor Ricardo Firmino de Sousa pelos ensinamentos recebidos e ainda a equipe do Laboratório de Genética de Nova Xavantina e a Unemat pelo suporte na execução da minha pesquisa”. 

 

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Acadêmico da Unemat conquista prêmio no 22° Congresso de Biólogos em Cuiabá

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.