Zaki News

26/03/2015 - 10:26

Por: Naíla Albuquerque

Doutor Leonardo denuncia abandono do MT Saúde a Cáceres


   O deputado estadual, Doutor Leonardo Albuquerque (PDT/MT) posicionou-se na sessão desta quarta-feira (25) em defesa dos servidores públicos estaduais do município de Cáceres que pagam pelos serviços do plano MT Saúde. Teoricamente, o MT Saúde é um plano familiar e com contribuição o servidor garante assistência médica e hospitalar integral para si e todos os seus dependentes diretos, mas na prática não funciona. 

   O convênio é descontado direto em folha de pagamento, porém, os profissionais do interior não conseguem acessar o plano naquele município por falta de médicos e hospitais conveniados com o mesmo. Segundo o deputado, médico no município de Cáceres, faz muito tempo que ninguém atende pelo MT Saúde. “Na capital pagavam mais e os colegas médicos não querem mais atender, até pela falta de cumprimento ao que acordado. Existe falta de compromisso em honrar com o que foi contratualizado”, explica ele.

   A professora Filomena de Alcântara Silva é uma das vítimas desse sistema de  serviços de saúde inoperante, que será revisto na gestão do governador Pedro Taques. Só em Cáceres, informa ela, são 240 professores, a maioria aposentados que pagam para serem atendidos, porém, tem que conseguir vagas em Cuiabá. “Tem quatro anos que pago o MT Saúde e não tem nada de atendimento aqui em Cáceres. Para tudo que preciso, vou a Cuiabá”, reclama ela.

   Doutor Leonardo acredita que o plano de saúde já apresenta uma recuperação de suas finanças. “Temos participado das discussões junto ao Governo sobre qual o melhor modelo a ser adotado pelo ente estadual para prestação de serviços de saúde. Se enquadram aqui os modelos de gestão dos hospitais Regionais e também o MT Saúde. Queremos que todo atendimento nesta área funcione. Estamos atentos a isso”, declara o parlamentar, que é do mesmo partido de Taques (PDT).

   17ª LEGISLATURA- O MT Saúde, inclusive, foi tema de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na legislatura passada da Assembleia Legislativa, sob suspeita de irregularidades no uso do dinheiro público. O relatório final da CPI foi encaminhado ao Ministério Público, que já propôs ação de improbidade administrativa contra ex-gestores da autarquia. Até o momento não houve condenação.

 

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Doutor Leonardo denuncia abandono do MT Saúde a Cáceres

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.