24/01/2015 - 21:02

Por: Jânio Batista

Aperte o cinto as medidas chegaram


   Pelo andar da carruagem em menos de um mês de Governo, já começa a aparecer uma enxurrada de impropériosnas redes sociais contra a Presidente Dilma Rousseff. É bom lembrar que a presidente Dilma (PT) terminou seu primeiro mandato com a mesma aprovação registrada na semana da votação que a reelegeu: 42% dos brasileiros com 16 anos ou mais consideravam seu governo ótimo ou bom atualmente, índice idêntico ao registrado em pesquisa realizada no dia 21 de outubro de 2014.

   Pois bem, no inicio desta semana a nova equipe econômica da Dilma acaba de anunciar uma série de medidas para reforçar o caixa do governo. Na prática, isso significa que custos a mais vão pesar no bolsodos contribuintes; eu, você, nós! O Joaquim Levy, o super Ministro da Fazenda, tratou de elencar quatro medidas que já entram em vigor nas nossas vidas de cada dia. Destas, vamos falar de duas: o aumento do IOF para operações de crédito e a elevação do PIS/Cofins para importação.

   Então, o governo vai elevar o IOF para operações de crédito para pessoa física que vai passar de 1,5% para 3%, para quem tem boa memória estamos retornando ao patamar de dois anos atrás. Por outro lado, está mantida a taxa de 0,38% referente à alíquota da operação. Na avaliação do Governo tudo isso vai apresentar uma impacto de 7,4 bilhões de reais na economia do Brasil varonil.

   Para quem entende de números, vale ressaltar que o IOF para as operações no exterior continuano alto dos 6,38%. Coisa de louco. A outra medida vai causar um tranco brutodiretamente no meu, no seu, no nosso bolso de consumidor “geek”(viciado em tecnologia),que é o reajuste de PIS/Cofins para importação de bens. Ele passará de 9,25% para 11,75%, um aumento de 2,5 pontos percentuais.

   SegundoJoaquim Levy, a medida foi adotada para não prejudicar o produtor doméstico. Para ele a medida vai resultar em 700 milhões de reais. Entre tudo isso vale ressaltar que o dólar está passandopor um momento delicado: a moeda americana sobe a cada semana, trazendo tristeza para a vida dos turistas brasileiros que vão ao exterior, principalmente nós aqui do Mato Grosso do Sul que gostamos de passar umas horas boas láem “Pedro Juan Caballero”.  

   Nesse caso, o Governo tratou de subir PIS/Cofins para itens importados. Fim da picada. Só faltou fazer o lindo discurso que a iniciativa vai beneficiar a indústria brasileira.Após o anúncio das medidas anunciadas pelo Ministro da Fazenda, Dilma tomou a medida para minimizar o rombo nas contas públicas. Ela vetou a correção da tabela de Imposto de Renda para pessoa física de 2015 em 6,5%.

   O percentual estava previsto no texto aprovado pelo Congresso da MP 656/14.Lei 13.097/15 foi publicada nesta terça-feira (20) no Diário Oficial da União. O texto publicado tem pelo menos 48 vetos. Pasmem. Originalmente, a MP 656 tinha como objetivo estabelecer uma série de benefícios fiscais, vários deles incluídos pelos parlamentares, e regras para facilitar o crédito consignado na iniciativa privada.

   Porém, a oposição, com amplo apoio da base aliada – inclusive PT e PMDB – conseguiu aprovar a correção da tabela do IR em 6,5%. Este percentual permitiria que aumentasse a quantidade de pessoas isentas do pagamento do imposto. Isso porque quem recebesse até R$ 1.903,98 por mês não teria qualquer tipo de dedução.Não chore. Vem mais “chumbo grosso” por aí. Aperte o cinto.

Prof. Jânio Batista de Macedo
 Presidente do SINDNAPI MS (www.sindicatodosaposentados.org.br)

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Aperte o cinto as medidas chegaram

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.