25/11/2014 - 11:58

Por: Expressão Notícias

Cerca de mil mulheres enfrentam chuva em manifesto contra violência em Cáceres


Foto: ExpressãoNotícias

Cerca de mil mulheres de vários segmentos enfrentam a chuva, na manhã de hoje em Cáceres, em passeata, num manifesto pelo fim da violência contra mulheres. Após concentração na Praça Barão do Rio Branco, elas seguem em caminhada, pelas principais ruas e avenidas da cidade. Em paradas em frente à sede da Polícia Militar, prefeitura e na Câmara, os lideres do movimento, discursaram pedindo respeito e lembrando os direitos conseguidos pela classe.

   “As mulheres tem o direito de ter respeitada sua vida, integridade física, mental e moral. Sua liberdade, dignidade e segurança pessoal e de sua família. Tem direito à igualdade no trabalho, no acesso a cargos e funções públicas e bens, propriedades e serviços e à proteção da lei e da justiça” diz trecho de um panfleto distribuído durante o manifesto.

   Além disso, requisitam agilidade e liberação do crédito Pronaf Mulher para mulhresassentadas da Reforma Agrária dos assentamentos “Roseli Nunes” “Margarida Alves” em Mirassol D´Oeste “Florestan Fernandes” em São José dos IV Marcos.  Cobram ainda apoio à organização social e atividades produtivas das mulheres na zona rural de Cáceres (Morraria, Assentamento Facão etc.). Sistematização de dados do atendimento as mulheres vítimas de violência, contendo relatório semestral∕ anual contendo: a) tipo de violência; b)a idade da vítima, c) o agressor, d) localidade etc. Casa abrigo para o atendimento às mulheres vítimas de violência.

   Criação de estrutura de atendimento Itinerante para as mulheres das comunidades rurais, com orientação e atendimento especializado. Elaborar e implementar o Plano Municipal de Políticas para as Mulheres. Criar a coordenadoria Municipal de Políticas para as Mulheres. Estruturação da Delegacia Municipal da Mulher e capacitação dos agentes para um atendimento adequado as mulheres vítimas de violência.

   Criar∕facilitar estrutura de atendimento no PSF para as mulheres acampadas da Reforma Agrária, do Acampamento Kássio Ramos (Caranguejão), e atendimento médico in loco mensalmente para as famílias acampadas. Transporte escolar para as crianças terem facilidade de acesso à educação no Acampamento Kássio Ramos. Apoio técnico e financeiro aos empreendimentos econômicos solidários de geração de trabalho e renda às mulheres do campo e da cidade.

 

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Cerca de mil mulheres enfrentam chuva em manifesto contra violência em Cáceres

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.