21/10/2014 - 16:27

Por: Tarso Nunes

Taques participa de ato pró-Aécio e afirma não aceitar pressão partidária


   O governador eleito, senador Pedro Taques (PDT), participou na tarde de ontem (20), em Sinop, de um ato em apoio à candidatura de Aécio Neves (PSDB) à presidência. Na ocasião, o pedetista reiterou seu apoio à candidatura do tucano afirmando que, assim como em Mato Grosso, o Brasil também precisa de mudança. "Estive com Aécio no primeiro turno e continuo apoiando este projeto de mudança para o Brasil. Tenho o direito Constitucional de escolher o que acho melhor para Mato Grosso e o Brasil. Tenho lado e nosso candidato à presidência é Aécio Neves”, afirmou.

   O PDT, no plano nacional, apoia a reeleição de Dilma Rousseff (PT). Pedro Taques, entretante, desobedece a opção da sigla e afirma que não aceita pressão partidária. "Me perguntam se, por não seguir orientação partidária e caso a candidata do PT consiga reeleição, Mato Grosso não seria prejudicado. Respondo que nenhum governo pode prejudicar Mato Grosso por diferenças políticas”, avalia.

   Para Taques, isso é coisa de político atrasado e garante que ele, como futuro governador, não irá prejudicar nenhum prefeito que estava em outra aliança. “É assim que se faz política, sem olhar apenas para os aliados, mas sim para aqueles que mais precisam. Todos serão tratados com respeito”. 

   Taques aproveitou para agradecer os 33.169 votos que obteve em Sinop, 63% à frente dos adversários. "O número só aumenta nossa responsabilidade", argumenta. 

   Junto com o deputado federal Nilson Leitão (PSDB), o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), oito prefeitos da região, vereadores e diversas lideranças políticas do Nortão, Pedro Taques participou de uma carreata pela cidade e discursou na praça Plínio Callegaro. O ato contou também com a presença dos prefeitos das cidades Ipiranga do Norte, Juara, Nova Maringá, Paranaíta, Peixoto de Azevedo, Nova Ubiratã, Itaúba e União do Sul. 

   Apoios

   Mais cinco partidos em Mato Grosso irão declarar apoio à candidatura do tucano. O anúncio oficial será feito nesta terça (21), no comitê de campanha do presidenciável, antigo comitê de Taques, a partir das 10h30. As siglas que vão aderir ao projeto de Aécio são PTC, PEN, PPN, PRTB e PTdoB.

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Taques participa de ato pró-Aécio e afirma não aceitar pressão partidária

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.