21/12/2020 - 09:00

Por: Wilson Kishi

Conheça a trajetória de José Rodrigues Fontes na vida política


Dr. José Rodrigues Fontes, assumiu a prefeitura de Cáceres em 5 oportunidades e ainda vereador por 2 mandatos 

 

JOSÉ RODRIGUES FONTES

Naturalidade: Cáceres-MT
Data de nascimento: 14 de outubro de 1899
Esposa: Antonia da Cunha Fontes
Filhos: Caio da Cunha Fontes, Joaquim da Cunha Fontes e Maria Marta Fontes de Sales Graça
Formação: Geólogo (Faculdade de Ouro Preto-MG)
Data de falecimento: 06 de março de 1983

 

O quadro "Memórias e Histórias" desta semana traz informações de uma das mais nobres personalidades de tradicional família cacerense, Dr. José Rodrigues Fontes. Um grande pecuarista, com uma forte presença que impunha respeito e consideração dos governadores do século passado.

Para levar ao conhecimento dos leitores um pouco sobre José Rodrigues Fontes, buscamos no livro “História de Cáceres – História da Administração Municipal”, uma das produções literárias deixadas pelo professor Natalino Ferreira Mendes, que eternizou em suas obras os principais feitos e realizações dos nossos administradores. Outra referência de pesquisa foram alguns exemplares do jornal A Razão e Correio Cacerense.

José Rodrigues Fontes foi prefeito por cinco vezes e vereador por dois mandatos
Ele foi o 14º Intendente Geral do município de Cáceres. Sua nomeação foi através do Ato nº 83, pelo primeiro Interventor Federal em Mato Grosso, Cel. Antonino Mena Gonçalves. Fontes tomou posse em 13 de novembro de 1930, para um mandato de apenas seis meses, durando até 19 de maio de 1931.

Apesar de pouco tempo como Intendente, ele deixou marcada sua passagem com o Ato que criou a Vigilância Noturna, para ajudar na repressão ao contrabando e evitar furto de material de iluminação pública. 

A segunda vez que José Rodrigues Fontes comandou a cidade de Cáceres foi através de voto popular, sendo eleito no pleito de 20 de janeiro de 1937, tomando posse no dia 14 do mês seguinte, pelo Juiz Eleitoral, Dr. Gabriel Pinto de Arruda.

Acervo da Escola Frei Ambrósio
Área de 130x130 no bairro do Junco, doado na gestão do prefeito José Rodrigues Fontes, hoje abriga a Escola Frei Ambrósio

As principais marcas desse período de gestão de JRF foram a criação de uma escola rural na comunidade de Caiçara; criou o serviço de estatísticas; foi efetivado o contrato de aluguel da casa para uso do quartel da Companhia de Guerra, na rua Tiradentes, esquina com a General Osório; e a atual Escola Estadual Frei Ambrósio, localizada no bairro do Junco, fruto de doação de uma área terreno de 130x130 metros para a Ordem Terceira de São Francisco.

Acervo André Luiz de Sales Graça
Posse do prefeito eleito José Rodrigues Fontes

A terceira vez que Fontes assume a prefeitura de Cáceres foi no período de 1948 a 1951, vencendo as eleições de 15 de dezembro de 1947. Nesse mandato, as principais dificuldades do município foram: energia elétrica, estradas rurais, fomento agrícola, educação e falta de estrutura para distribuição de água.

Os fatos mais relevantes durante sua terceira administração foram:

·       -Início a construção da Usina Diesel Elétrica Municipal (inaugurada no início da gestão seguinte, do Sr. João Antônio Ferreira Souto);

·       -Construção da caixa d´água de 100 mil litros às margens do Rio Paraguai;

·       -Elaborou o Plano Rodoviário Municipal, aprovado pela Comissão de Estradas de Rodagem de Mato Grosso e consistia na construção da estrada ligando Cáceres a Barra do Bugres;

·       -Com o traçado da estrada para Barra do Bugres, foram construídos seis pontes de madeiras, sendo no Córrego Barreiro Vermelho (7 metros), Taquaralzinho (8 metros), Cachoeirinha (33,6 metros), no Anhumas (12 metros), Tapera (3,8 metros) e Figueirinha (8 metros);

·       -Assinatura do contrato com o Ministério da Educação para a construção de um Ginásio Municipal, o atual Colégio Onze de Março – CEOM);

·       -Construção de escola do bairro Rodeio;

·       -Assinatura com o Governo do Estado para construção de escolas nas comunidades rurais de Caiçara, Pedreira, Ressaca, Descalvados, Barranco Vermelho, Facão e São José;

·       -Conclusão da obra de ampliação do porto “Mário Corrêa”;

·       -Construção do meio-fio na Rua Coronel Faria, entre a Marechal Deodoro até a Praça Barão do Rio Branco;

·       -Em 1949, foi realizada a maior (até então) comemoração da data natalícia da cidade, em 06 de outubro, com a presença do governador do Estado, Dr. Arnaldo Estevão de Figueiredo.

Acervo: Museu de Cáceres Emília Darci de Souza Cuyabano
José Rodrigues Fontes, Leopoldo Ambrósio Filho e outras lideranças políticas de Cáceres em pose com alunas do CIC

A obra de construção da Usina Diesel Elétrica Municipal iniciada por Rodrigues Fontes foi concluída no mandato do prefeito João Antônio Ferreira Souto. Na solenidade de inauguração, dia 8 de dezembro de 1951, às 18 horas, contou com presença de grande público e das autoridades locais, como vereadores e o reverendo Padre Paulo Maria Cabrol que deu às bênçãos pelas luzes que chegavam às ruas da cidade.

O então prefeito, João Ferreira Souto, enalteceu o seu antecessor, Dr. José Rodrigues Fontes, a quem coube, segundo ele, toda a honra pela energia que chegava na cidade. Por sua vez, o ex-prefeito Dr. Fontes, visivelmente emocionado e comovido, disse da satisfação que tinha naquele momento e que a luz foi um grande melhoramento para o povo e para a cidade.

No mandato posterior ao de João Souto, Dr. José Rodrigues Fontes, no dia 31 de janeiro de 1955, reassume para o seu quarto mandato de prefeito de Cáceres. Uma das grandes lembranças desta época foi ainda no setor de energia elétrica. A cidade crescia e precisava de mais investimentos no setor energético. Houve a necessidade de adquirir um segundo motor e a construção de mais um pavilhão da Usina Elétrica Municipal.

As ruas de Cáceres receberam mais 150 postes e quatro novos transformadores para ampliação da rede de energia elétrica, além de 83 aparelhos de iluminação.

Todas essas benfeitorias acabaram ampliando o tempo de distribuição de energia aos consumidores. Inicialmente, em 1955, a energia chegava nas residências das 9 horas às 15 horas, e passou a ser das 9 horas até às 00 horas ininterruptas, com o funcionamento de motores Fairbancks Morse e MAK.

Outras marcas deixadas pelo Rodrigues Fontes foram:

·       -Criação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto;

·       -Junção do antigo encanamento de água da firma Castrillon & Irmãos à rede de distribuição da prefeitura (final de 1958, contava que tinha 205 tomadores do Serviço de Abastecimento de Água);

·       -Construção de uma passagem de cimento no lugar da ponte velha da Praça Duque de Caxias, esquina com a Rua Antonio João;

Em fevereiro de 1963, José Rodrigues Fontes assumiu o seu quinto e último mandato de prefeito, período de 1963 a 1967, onde priorizou a Reforma Administrativa e Tributária da prefeitura, executada por uma empresa do Rio de Janeiro, além de reformar e ampliar toda a estrutura de energia da cidade.

Prefeito José Rodrigues Fontes com a equipe do setor da Usina Elétrica Municipal, entre eles, Esmael Sortica, de macacão escuro


No setor de abastecimento de água, teve a instalação de mais 5.500 metros de tubos nas vias centrais; construção da nova caixa d´água para 500 mil litros; elaborou o projeto e iniciou a construção da Estação de Tratamento de Água; e mandou elaborar projeto de esgoto sanitário para Cáceres, através do Serviço Especial de Saúde Pública (SESP).

JRF concluiu a obra da ponte sobre o Rio Cabaçal (iniciada na gestão anterior de José Esteves de Lacerda), que ligava a região oeste do município, onde fixavam os migrantes dos Estados de São Paulo, Paraná, Espírito Santo e Santa Catarina.

Foi na gestão de Rodrigues Fontes que foi instalado e inaugurado o serviço telefônico, e realizada a numeração das casas pelo sistema New York.

Com objetivo de embelezamento da cidade e, consequentemente, um logradouro mais pitoresco e aprazível a seus habitantes, naquela gestão do prefeito Rodrigues Fontes, a Câmara Municipal aprovou a Lei nº 213, de 26 de dezembro de 1963, onde autoriza o Executivo Municipal a não consentir edificações, construções ou reparações de qualquer natureza às margens do Rio Paraguai, em toda extensão abrangida pela cidade, dentro de uma faixa de 20 metros, destinada à criação de uma futura avenida. A ideia acabou ficando apenas no papel, nenhum de seus sucessores levou adiante o projeto.

Acervo Adilson Reis
Prefeito de Cáceres, gestão 63/67, José Rodrigues Fontes (de óculos) e ao seu lado direito, o presidente da Câmara de Cáceres, vereador Raimundo Cândido dos Reis, presentes no 6º Congresso Nacional de Municípios, em Curitiba-PR

Como referência e dados para pesquisa, nessa última gestão do prefeito José Rodrigues Fontes foi publicado na edição nº 01 do jornal O Pioneiro, de 21 de abril de 1963, que Cáceres tinha uma população em torno de 30 mil habitantes, com área territorial de 42.333 quilômetros quadrados. Os dados sócio-econômicos daquele período foram apresentados no VI Congresso Nacional de Municípios, quando Cáceres foi representado por JRF e pelo presidente da Câmara de vereadores, Raimundo Cândido dos Reis, realizado na cidade de Curitiba-PR, em março de 1963. Confira aqui.

Acervo: Museu de Cáceres Emília Darci de Souza Cuyabano / Foto: Akio Kishi
Na foto acima e abaixo, Em 31 de janeiro de 1967, Dr. José Rodrigues Fontes transmite o cargo de prefeito para Ernani Martins

Acervo: Museu de Cáceres Emília Darci de Souza Cuyabano / Foto: Akio Kishi

Além das atuações como mandatário maior da cidade de Cáceres, Dr. José Rodrigues Fontes foi vereador por Cáceres em dois mandatos: na 2ª Legislatura (1951 a 1955) e na 4ª Legislatura (de 1959 a 1963).

Durante a sua vida política, JRF comandou por vários anos o partido político UDN. Outro fato marcante na trajetória do Dr. José Rodrigues Fontes é que na década dos anos 70, após deixar a política, ele sempre participava e colaborava com as entidades filantrópicas. Ele também fez história por vários anos como presidente de honra do Hospital O Bom Samaritano.

O nome José Rodrigues Fontes está perpetuado com a denominação da Escola Estadual Dr. José Rodrigues Fontes, localizada no bairro da Cavalhada, uma das maiores escolas estaduais da cidade. Os pecuaristas de Cáceres também prestaram homenagens a esse grande político com a denominação do Parque de Exposição Dr. José Rodrigues Fontes, que já realiza há mais de meio século as expoagros.

Outra homenagem que Dr. José Rodrigues Fontes recebeu foi do Governo do Estado com a comenda da Ordem do Mérito de Mato Grosso, entregue pelo Grão Mestre da Ordem do Mérito de Mato Grosso, governador Cássio Leite de Barros. A solenidade de entrega foi realizada na tarde do dia 06 de outubro de 1978, momentos antes do desfile em comemoração do Bicentenário de fundação de Cáceres.

O então secretário de Estado de Educação, Dr. Salomão Baruki, saudou o ilustre homenageado. “José Rodrigues Fontes é merecedor de uma honraria justiça de honra prestada a um dos velhos guerreiros na defesa dos mais relevantes interesses do povo cacerense”, disse. Após a saudação, José Rodrigues Fontes foi longamente aplaudido e cumprimentado pelo grande número de autoridades que se encontravam no palanque oficial. Esse fato está nas páginas do jornal Correio Cacerense, edição do dia 08 de outubro de 1978.

Acervo de Pedro Paulo Pinto de Arruda
Solenidade da Festa de 200 anos de fundação de Cáceres - O Governo do Estado concede honraria ao ex-prefeito José Rodrigues Fontes com a Comenda Ordem do Mérito de Mato Grosso

 

 

 

Comentários: ( 13 ) cadastrados.
Por: Jose Carlos C. Pouso
Caceres MT
Corregindo meu comentario quando postei em Resposta, onde se le Joao Wilson, leia-se Joao nilson, de Jauru. Obrigado
28/12/2020 13:55:46

Por: Jose Carlos C. Pouso
Caceres MT
Caro Joao Wilson, de Jauru. Vc sabe oque quer dizer Geologo, caso nao saiba pesquise e veja o que e; Ou vc nao leu o incio da materia. Nao e DR titulo recebido por ser politico ou grande pecuarista. Formado na melhor Universidade de Geologia do Brasil, Ouro Preto MG.DR por isso caro Wilson, com tese defendida para ter o titulo de DR. Embrenhe mais Wilson, na historia para seu conhecimentos.
28/12/2020 13:17:52

Por: JOAO NILSON DE CAMPOS GASPAR
Jauru MT
Por que o título de Doutor? Era médico, advogado ou tinha doutorado? Apenas uma curiosidade.
23/12/2020 18:38:01

Por: Bruno Homem de melo
cáceres
Que linda matéria.. dr. Jose R. Fontes foi um extraordinário homem.. muito bom kishi
22/12/2020 11:48:20

Por: Carlos José Fontes
São Desidério BA
Exemplo de ser ser humano.exemplo de vida!
21/12/2020 22:01:58

Por: Mauricio
Caceres
Todas as homenagens a esse grande prefeito 👏👏👏 Parabens amigo pela materia!
21/12/2020 17:35:52

Por: Valéria
Cáceres
Rodrigues Fontes trouxe muitos benefícios pra cidade de Cáceres, muito interessante sua história política.
21/12/2020 16:52:38

Por: Rosângela Teixeira
Cáceres
Essas pontes de madeira pra Barra do Bugres devem ser as mesmas ate hoje. Pelo jeito foi um bom político.
21/12/2020 14:47:29

Por: Emília
Cáceres
Recordar é viver...parabens pela materia, é sempre bom saber mais da história da nossa cidade, dar valor a ela como voces estão dando
21/12/2020 13:54:06

Por: Anderson Cardoso de Mello
Cáceres
Ótima matéria, parabéns, pois matérias com esse requinte de detalhes, é pouco visto em nosso Município.
21/12/2020 10:26:01

Por: Enair Valadrão
Cuiabá-MT
Dr. José Rodrigues Fontes era uma homem simples e de muita disposição, não mediu esforços para prestar relevantes serviços para nosso município de Cáceres e para o povo. Merecida homenagem!!!
21/12/2020 10:03:52

Por: jorge
caceres
homem de familia boa e carater
21/12/2020 09:27:25

Por: José Alfredo
Cáceres
Caso raro, nos tempos de hoje o povo dificilmente dá tantas novas chances aos políticos. Dr José Fontes fez história e mudou o cenário político de Cáceres.
21/12/2020 09:00:17

Faça o comentário para a noticia: Conheça a trajetória de José Rodrigues Fontes na vida política

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.