04/08/2020 - 12:50

Por: Jânio Batista

UM EDUCADOR NA MINHA VIDA...



Frei Matheus Feyen. Sinônimo de doação, trabalho para os outros, vigor, energia, criatividade e dedicação ao que fazia...! Eu era um menino inquieto na quinta série. Sentava no Fundão ao lado da carteira da amiga Kátia Amples Regiane. Um dia dedico um texto sobre essa amizade linda que seguiu até a sétima série. Pois bem, certo dia Frei Matheus me chamou na sua sala, lá onde todos faziam Educação Artística. O assunto era meu comportamento. O Holandês me pegou no contra pé. Me questionou o por que da minha criancice se eu já era um mocinho que tinha certo talento. Elencou minhas qualidades. Elevou minhas qualidades e terminou dizendo: " ...seus pais não merecem virem aqui na Escola para saber do seu comportamento de perturbador das aulas." Meus olhos marcharam... O Frei apostou no silêncio e cheguei a soluçar contendo o choro. Ele levantou da cadeira eu também. Ele com aquele seu sorriso, deu aquele "cascudo" leve no meu ombro e disse-me: você pode ser melhor...! Pense nisso...! Voltei para a sala de aula sentindo meus passos, limpando meus olhos marejados, parei na porta por uns instantes e voltei meu olhar para a sala de Educação Artística o Frei Matheus estava lá no meio porta grande aberta, acenando-me com sinal de positivo. Entrei na sala e ao lado da amiga Kátia fiquei refletindo no que ouvi daquele estrangeiro - ele achou qualidades em mim...!

Acho que o Frei Matheus deu um click no meu cérebro. A partir dali mudei meu comportamento de tal forma que foi visível entre meus amigos, Professores e meus pais. Fiquei mais concentrado nas coisas que fazia, comecei a aprender tocar violão. Por ser um ser humano extrovertido passei a gostar da introspecção, aproximei mais do Frei Matheus e comecei a desenvolver meus dons artísticos a estudar artes, ver os livros de artes que ele tinha em outras línguas; assim o belo passou a ser uma meta de desejo. Não é a toa que já tenho 103 obras de arte penduradas pelos cômodos da minha casa, de pintores de referência no estado em que vivo, além de muitos que comprei tenho alguns de MT, DF, PE, RS e Chile. que ganhei nas minhas viagens de amizades que fiz pelos caminhos da vida a fora.

Com o Frei Matheus aprendi a cultivar e apreciar Orquídeas. Ele tinha um orquidário, eu mais uns colegas, ficávamos ali organizando e plantando as belas e inusitada plantas que florescem uma vez por ano. Isso sem contar quando a programação era ir procurar orquídeas no seu Jipe...! Partiamos para a região da Piraputanga garimpar algumas raridades. O Mestre subia nas árvores com agilidade e segurança, lançava cordas e chegava no galho onde estava as orquídeas e ensinava a deixar sempre a maior parte no habitate para manter a espécie. Frei Matheus era um poço de sabedoria...! Falava do mundo, das belas cidades europeias e como a Holanda superou seus problemas com as marés, no domínio das águas...!

Essa visão me inquietou a buscar novos rumos, a querer conhecer o Brasil, a América Latina e assim ao completar 14 anos surpreendi meus pais e amigos. Descidi estudar num Seminário. Claro, seminário é lugar que estudam quem deseja ser padre...! O Padre Ivo, francês, pároco da Catedral São Luiz ao ser indagado por mim das possibilidades ele foi enfático: "...Traga seus pais. Vamos conversar."  Pronto tudo acertado, antes de partir tive aquele papo com o Frei Matheus. Ele disse-me: "...Não perca tempo. Estude, gaste seu tempo com esportes e estudos. Siga em frente...! As decisões virão com o tempo..." Abriu um livro e mostrou-se uma frase em latim que guardo na mente a vida toda: "...Hominias tempos habit" (para cada coisa tem seu tempo). Parti e construi uma nova etapa na minha vida. Claro, sempre nas férias o primeiro lugar de visita era o Colégio dos Freis...! Aquele papo com com Freis: Grignion, Gumaro, Marino e Matheus...! Era meu trieiro.

Ao logo da semana na missa lá na Catedral sempre um breve papo. Seminarista em férias tem a missão de ajudar nas celebrações e assim foi por longos anos essa trajetória. Frei Matheus foi essa referência de artes, cultivos de plantas, estudos e disciplina nos afazeres. Tornamos amigos. Nossos encontros sempre foram nas minhas férias. Não segui a vida seminarista até o objetivo final. Mas foram uma década de excelentes ensinamentos e amizades. Uma riqueza que guardarei comigo enquanto eu tiver o sopro da vida...! Casei, tive filhos e netos. Todos de certa forma estiveram comigo lá no Instituto Santa Maria. "O Colégio dos Freis". - Minhas netas tiveram oportunidade de conhecer o Frei Matheus com seu cachorro...! Elas ainda crianças que são ainda não tiveram a dimensão da importância de entender o tamanho do que representou o Frei Matheus na minha vida. Hoje, mesmo sabendo da sua partida para a Holanda, sei que será difícil um possível reencontro com os últimos Freis que partiram para suas terras de origem. No entanto, garanto que meus netos haverão de ouvir deste velho ex-aluno do "ISM" o quanto foi bom estudar na melhor Escola do mundo: "Colégio dos Freis...!" Eu falarei com certeza do trabalho dos estrangeiros que viraram cacerenses e fizeram uma revolução cristã na vida de muitas gerações. Um desses revolucionários do bem que contribuiu para a minha formação humana cristã, chama-se Frei Matheus Feyen...!

Comentários: ( 3 ) cadastrados.
Por: Anomimo

Jânio, compartilhar de suas ideias, criações e convivencia me abriu novos horizontes. Sempre na vide de um grande homem existem grandes mestres. Digno reconhecer e exaltar aqueles que nortearam nossa direção. Vc hj é um desenvolvedor de serem humanos assim como Frei Mateus.
05/08/2020 13:40:37

Por: Anônimo

Jânio, vc sabe q sou sua fã, amo ler os seus textos, conheço vc e sei q é um ser humano incrível e com inúmeras qualidades, estas q o frei enxergou em vc, qdo ainda era um menino, estimulou para q desenvolvesse e aprimorasse seus dons e habilidades. Frei Matheus, um sábio e verdadeiro mestre, nós 2 sabemos da importância, influência e contribuição q um professor/educador pode causar na vida dos alunos... Então agradeço ao Frei Matheus e à vc, q por influência dele, fez e faz muito, por todos q tem o privilégio de te encontrar pelo mundo, fisicamente ou virtualmente.
05/08/2020 00:10:20

Por: Maria Sueli Vieira Mattiello.
Cáceres MT.
Que lindo Jânio.....Sou testemunha destas atitudes do nosso querido Frei Matheus, como ex-professora de EMC,sempre tinha problemas similares ao que que você colocou , no seu texto. - Ele era sempre meu anjo da guarda: - Frei este menino não tem jeito....".Mande ele aqui, dizia ele".....Pronto problema resolvido. -A meninada ficava " abichornado " por uns dias..e tudo continuava numa boa. -Santa Sabedoria na Educação, tirar o lado bom de dentro de cada um..
04/08/2020 20:49:01

Faça o comentário para a noticia: UM EDUCADOR NA MINHA VIDA...

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.