29/07/2020 - 09:59

Por: Redação Zakinews

Cavaleiros, Benjamim Constante e Cavalhada



Comentários: ( 13 ) cadastrados.
Por: Olga Castrillon
Caceres-MT
Amo essa Praça por estar perto de mim e pelo tanto de memória q encerra, hoje revigorada pela Feirinha das terças feiras sob a batuta da Beth. O Prof. Arno Rieder fez um belo projeto de catalogação das árvores!!!
03/08/2020 17:40:17

Por: Paulo Cesar Homem de Melo
Cuiabá
Praça da Cavalhada....lembranças recentes. Quando da reportagem sobre o coreto da Praça, lembrei-me de historias recentes,como o novo projeto e construção da Praça, da salvação do centenário figueirão,que sobreviveu 40 anos, a urbanização do entorno da praça e vejo agora lembranças do colega e componente do time da Secretaria de Obras Eng. Adilson dos Reis,o carinho do Arquiteto Luiz Plácido, e assim vamos lembrando e passar algo que podemos.
Praça da Cavalhada...lembranças dos anos 50. Minhas lembranças não vão aos famosos capinhas, mas aos meus 6 ou 7 anos, quando meu Pai me levou à Praça para assistir uma partida de futebol. Não sei se é fantasia da imaginação ou realidade, mas a Praça estava lotada e ficamos em frente ao futuro bar de Luis Rondon. Daí vi, e nunca me esqueci, de um gol marcado pelo saudoso amigo Odilon Viegas .
Praça da Cavalhada...futuro. Um dia, Kishi, se vocês continuarem com essa bela iniciativa de escreverem a história de Cáceres dessa forma, talvez um neto ou bisneto meu esteja se lembrando de ter ido com o pai ou avô ,levar uma roupa e bater um bom papo no Miguel Ourives.
01/08/2020 09:04:33

Por: Wilson Kishi
Cáceres
É isso aí amigo Adilson Reis. Obrigado pela lembrança das ações do poder público de época. Essas postagens aqui relembradas, somados aos comentários dos amigos e daqueles que vivenciaram o local, com certeza vai enriquecendo a nossa história. Esse é o propósito do Zakinews. Obrigado a todos!
01/08/2020 07:55:39

Por: Adilson Reis
Cáceres
Meu amigo Plácido vai se lembrar...década de 70, medição e “amarração” da posição das árvores, identificação das “trilhas” naturais deixadas pelos transeuntes que cruzavam aquele espaço e por fim a definição do partido urbanístico, projeto final, definição do material para calçamento com aquelas pedras extraídas na fronteira, sugestão do saudoso João de Souza, da nossa memorável época de profissionais da antiga, e eficiente Secretaria de Obras da PMC, com PC Homem de Melo, Djanira, Ismael, e tantas outras figuras de boa memória, Século passado que o Zaki tem trazido, obrigado Amigos
01/08/2020 07:16:13

Por: Francisco Do Prado S. Junior
Caceres
A história é sempre uma fonte viva do conhecimento, o homem é filho de seu tempo, reviver essas lembranças, afaga nossos sentimentos, parabéns kishi e equipe.
30/07/2020 19:20:33

Por: Pedro Paulo Pinto de Arruda Filho
Cáceres MT
Na época fiz essa Indicação ao prefeito Ivo Scaff, fiz duas, uma pedindo a volta do nome da Praça da Cavalhada e outra pedindo que a Rua Quintino Bocaiuva voltasse ao seu nome, Rua da Manga.
30/07/2020 17:51:25

Por: Arinilson Gomes De Oliveira
Campo Grande
Parabéns meu amigo Wilson, o qual tive a honra de ter como colega de escola. A história é sem dúvida essencial para o aprendizado de pessoas que nunca souberam quem foi Benjamim Constante, enriquece os conhecimentos de muitos.Parabens.
30/07/2020 11:43:50

Por: Wilson Kishi
Cáceres
Agradecer os comentários que complementam e enriquecem as informações. Desta forma, bem lembrado pelo amigo Plácido em citar os circos. Eu também assisti muitas sessões de matinês na minha infância. Aproveito ainda para agradecer a Suely Matiello e Pedro Paulo Pinto de Arruda pelas informações repassadas.
30/07/2020 10:22:22

Por: Denize Maciel Castrillon Guaresqui
Cáceres MT
Parabéns kischi por reavivar as nossas memórias de lembranças que sempre ouvi meus pais contar.....
30/07/2020 08:16:28

Por: João Crispim
Ipaumirim-Ce
Parabéns Kishe, manter vivo o passado precisamos de pessoas envolvidas. Arrancaram a PONTE BRANCA, mais se tem uma história também envolvida pelo nome.
30/07/2020 08:05:07

Por: Luiz Plácido
Cáceres MT
Também bem no início dos anos 70,eram armados circos itinerantes,assisti algumas vezes. Parabéns pelo artigo tenho um amor especial por esta Praça.
30/07/2020 08:01:32

Por: Maria Sueli Vieira Mattiello.
Cáceres MT.
Esqueci da falar do Comercio da " Poaia", que era local de comércio da mesma.... Histórias do Sr. Candinho...
29/07/2020 22:59:35

Por: Maria Sueli Vieira Mattiello.
Cáceres MT.
Amigo Kishi....Que bom que você abraçou a causa de nossa tão querida PRAÇA DA CAVALHADA,não é de hoje que venho sempre defendendo - Tudo está ligado ao que conhecemos como CULTURA POPULAR ( Usos e costumes de um povo ) ,mais especificamente as manifestações FOLCLÓRICAS, neste caso , os FOLGUEDOS, é a mais grande prova. - Nosso "Marco do Jauru",que está ali na nossa Praça Central, é a grande prova, claro...uma história puxando a outra...mas para o nosso povo, que tem histórias , mais de duzentos anos,a maneira de manifestar era em tudo...folguedos...religião...festas....danças...e outros.- Uma sugestão converse com D.Ana Maria Monteiro, Familia da Profa. Rosália Macie Familia Atala filhos do Sr. Candinho que me contava belas histórias, estes são os herdeiros de nossa História. - Amei seu texto. Parabéns....

29/07/2020 22:20:51

Faça o comentário para a noticia: Cavaleiros, Benjamim Constante e Cavalhada

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.