06/07/2020 - 09:00

Por: Antonio Costa / Zakinews

Quadro Memórias e Histórias do Zakinews repercute positivamente e mantém leitores fiéis



Antonio Costa, EXCLUSIVO ao Zakinews

   O quadro Memórias & Histórias do Zakinews vem repercutindo positivamente desde a sua estreia. A cada semana, faz um resgate diferente na memória dos cacerenses, com o registro de personalidades e eventos que marcaram esses longos 242 anos de Cáceres. Avaliamos que as matérias, de reviver a história de Cáceres e seus personagens, aqui publicadas, tem caído no gosto dos leitores.

   Por conta da pandemia do coronavírus, o site tem tido certa limitação em trazer essas lembranças especiais aos leitores, pois a necessidade de manter o distanciamento social para a segurança todos, impossibilita as entrevistas presenciais. Por isso, contamos com a compreensão de todos, mas garantimos continuar com a dedicação para manter o passado vivo na memória de todos.

   Assim sendo, o trabalho vai continuar com a mesma disposição em garimpar preciosidades que dizem respeito da rica vida da eterna Princesinha do Paraguai, trazendo às novas gerações as mais diferentes riquezas daqueles que um dia deram o suor para o crescimento e solidificação desta Terra-Mãe e de tantos outros prósperos municípios após a Ponte Marechal Rondon.

   Aos que estão chegando agora, o Memórias e Histórias começou com o propósito de resgatar tudo aquilo que virou um marco na vida de Cáceres. Cáceres e região têm muito o que nos contar. E o Zakinews faz questão de deixar espaço para todas essas histórias, podendo ser fonte de pesquisa de muitos estudantes ou apenas curiosos da cultura local.

   Por exemplo, em novembro do ano passado, a nossa primeira matéria (escrita por Antonio Costa) trouxe a trajetória de vida do baiano-cacerense Miguel Augusto de Souza. Natural de Santa Maria da Vitória, ele, que há mais de meio século mantem as portas abertas com a conhecida confraria Casa São Miguel, no cruzamento das ruas Casalvasco com a Sabino Vieira.

   A publicação rendeu vários comentários, como a de Giné Fernandes Filho, de Boa Vista-RR: “fui vizinho do seu Miguel, nos tempos em que trabalhei no Banco Real”. Muitas outras saudosas lembranças só enalteceram o trabalho e a dedicação desse ilustre comerciante casado com uma cacerense e que aqui decidiu permanecer e constituir a sua família.


   As duas histórias de vida dos líderes espirituais João Clímaco e a Dona Nita, que aos 96 anos ainda tem disposição e ânimo para receber as pessoas que a procuram diariamente na tentativa de obter uma cura.

   João Clímaco se destacou no exercício da espiritualidade e se dedicar ao próximo por vários e marcantes anos, desenvolvendo trabalho no mais antigo Centro Espírita de MT, o Mateus. Muitos foram aqueles que se manifestaram surpresos com a façanha de ambos em doar suas vidas ao próximo.

   Zakinews ao mostrar o lado político, foi buscar no militar da reserva do EB, o dentista José da Silva Araújo, 90 anos, exemplo de conduta ilibada, zelo e retidão no trato com a coisa pública. Alagoano de nascimento, Dr. Araújo como é conhecido, adotou Cáceres como sua terra do coração fazem 55 anos.


   Em termos de repercussão, ao fazer uma avaliação pelos comentários expressados, a matéria dedicada aos freis holandeses obteve grande repercussão. Depoimentos emocionados de ex-alunos do antigo Instituto Santa Maria ou Colégio dos Freis, além de manifestações vindas de pessoas do Brasil e do mundo que tiveram o prazer de conhecer os freis. 

   A matéria dos freis holandeses recebeu comentários vindos de Formosa-GO, Campinas-SP, Rio de Janeiro-RJ, assim como do exterior: Menphis Tennessee, Dearborn Heights MI USA, sem contar com as originárias de Cáceres e do estado.

   Confirmou-se que, de fato, os freis holandeses serão eternamente gravados na memória e no coração daqueles que um dia com eles conviveram num aprendizado digno e exemplar para formar cidadãos, como exemplo do leitor Vitor Hugo Bolzan, de Campinas-SP, que assim se manifestou: “Devo minha formação básica aos freis. Aprendi a ler com o Frei Grignon, Matemática com o Frei Gumaro, Inglês, música, artes plásticas com Frei Mateus, além da marcenaria com Frei Marino. Morava na Rua dos Caçadores, a meia quadra do ISM. Fico emocionado de lembrar e sou extremamente grato por ter tido esses excepcionais seres humanos como parte fundamental da minha infância”.


   O site também trouxe atividades diversas de atores distintos, como se pode observar no registro do cidadão mais velho, Leopardo Souza Nunes, de 101 anos, natural de Crateus-CE. Consciente e lúcido, ele pôde receber a reportagem no aconchego do lar e revelar tantos causos e histórias de uma vida de bravura e esperança.

   Os 100 anos da Saga dos Irmãos Atala; os 91 anos da professora Raquel Ramão da Silva; os 60 anos de sacerdócio do Pe. Geraldo José dos Santos e tantas outras matérias trouxeram detalhes da riqueza de vida dessa gente que marcou a história local. Como diz o poeta, Renato Teixeira, ao compor Tocando em Frente com o parceiro Almir Sater: “cada ser em si carrega o dom de ser capaz, de ser feliz”.

   Mas, até a última matéria desta coluna, a que mexeu mesmo com as fortes emoções do público leitor foi a que reviveu o sucesso do antigo e extinto, Restaurante Mini Praia, o grande point da cidade na época. A matéria teve recorde de comentários, com recordações nostálgicas de uma época que trouxe muitos momentos felizes aos cacerenses.

   Os antigos reativam a memória para curtir indelevelmente os momentos que passaram na companhia de familiares e amigos neste restaurante localizado do outro lado da Baia do Malheiros. Os mais novos tomam conhecimento agora, que num passado recente, Cáceres teve o seu restaurante preferido.


   Semanalmente, trazemos uma nova matéria, um novo assunto, causo ou personalidade cacerense e, desse modo, construímos um importante e especial arquivo de Memórias e Histórias de Cáceres. As pautas, por vezes, são sugestões do Conselho Editorial,
como também sugestões que recebemos dos nossos leitores e amigos.

Registramos alguns destaques dos comentários postados

   Aqui abrimos um espaço para agradecer as manifestações de carinho e incentivo por parte dos confrades do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres, a exemplo da professora Olga Maria Castrillon Mendes de Araújo, que assim se manifestou em um de seus comentários:  

   “Cáceres em gotas de saudosas e emocionantes histórias de seu povo! Toninho Costa e Kishi contam vidas e revivem a memória, já temos um livro de crônicas da cidade. Por elas nos reencontramos. O mundo se torna tão pequeno no espaço destas emoções. Continuem a nos brindar com eles”, comentou a ilustre e imortal cacerense da Academia Mato-grossense de Letras, Olga Maria Castrillon.

   Outros expressaram de forma saudosa dos tempos que na cidade moraram a trabalho, caso do militar da reserva, Vantuir Dalbem. Ele, de Campo Grande-MS, costumeiramente está comunicando com a redação e relembrando ricas histórias vividas do tempo em que serviu no 2º. Batalhão de Fronteira, e integrava a famosa Banda de Música. Ele recorda à época em que aqui chegou com os pais, 1969, ocorria uma maciça ocupação das terras férteis na vasta região chamada de glebas, e, que mais tarde tornaram-se prósperos municípios. Eram colonos goianos, mineiros e paulistas que chegavam, atraídos com as ocupações nessas densas áreas desabitadas. As matérias do site fazem com que ele volte no tempo e curta novamente as lembranças muito bem guardadas em sua memória do tempo em que aqui morava.

   Caso também do companheiro de imprensa, Benedito Fernandes de Souza, que de Nobres-MT onde reside, sempre faz intervenções oportunas e inteligentes no que concerne aos temas em tela. Defensor desse tipo de jornalismo de resgate das histórias até então perdidas no tempo, ele abaliza a nossa linha editorial.

   “Zakinews surge como uma novidade para estabelecer um modelo de jornalismo reparador, colocando pessoas e seus feitos acima da informação cotidiana, por vezes cansativas embora necessária. Valorizar e repor como informação valores que o tempo consome em sua velocidade imperceptível”, ressalta Benedito Fernandes.

Benedito Fernandes, de Nobres, constantemente faz comentários nas matérias do Memórias e Histórias
 


   Enfim, muitos são nossos parceiros e colaboradores, professor Paulo Fanaia, sempre compartilha em sua página do facebook o link das matérias do Zakinews e o professor Jânio Batista de Macedo, cacerense, mas residente em Campo Grande-MS, envia diariamente mensagens de reflexões positivas que são postadas no Zakinews para serem lidas a cada manhã.

   O professor Gilmar Morostega deu uma dica à redação do Zakinews. Lembrou ele, recentemente, que a antiga Escola Agrícola, atual Instituto Federal de Mato Grosso IFMT, Campus prof. Olegário Baldo, em 17 de agosto, completará 40 anos de atuação em Cáceres. Sugere uma matéria especial sobre a importância dessa instituição para MT e o Brasil.

   Parceiro também está o engenheiro Paulo César Homem de Mello, profissional que prestou relevantes trabalhos ao município na condição de titular da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, num passado recente. De Cuiabá, onde reside no momento, costumeiramente emite comentários e opiniões nas matérias publicadas no Memórias e Histórias.

   Em se falando em autoridades políticas de renome que tem o costume de acompanhar o site, destaca-se a participação do ex-governador Júlio José de Campos. A autoridade ainda na sessão Fatos & Fotos comentou sobre a foto alusiva ao desfile comemorativo dos 191 anos de Cáceres: “Nessa época trabalhávamos na Codemat, sob o comando do então vereador José Benedito Canellas, que era o nosso gerente e o dr. Gabriel Muller, diretor, no assentamento dos colonos na Colônia Estadual do Rio Branco, donde surgiu os municípios de Rio Branco, Salto do Céu, Reserva do Cabaçal...” O ex-senador e conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso, também participou com seu comentário na matéria do prefeito Ernani Martins.


   E vem da Capital Paulista a elogiosa observação do editor chefe do JORNALISTAS & CIA, um informativo semanal on-line lançado no ano de 1995: “Cara, achei sua iniciativa sensacional e algo que pode ser feito com muito sucesso por jornalistas de todo o País a baixíssimo custo. O que me encantou, além da ideia, foi sobretudo a repercussão alcançada na comunidade. E fiquei imaginando quantas cidades poderiam ter colegas fazendo a mesma coisa, resgatando a história que as novas gerações desconhecem. Você encontrou um veio jornalisticamente relevante. Um grande abraço”, escreveu Eduardo Ribeiro, em e-mail enviado a redação do Zakinews.

   O editor do J&Cia ainda publicou na capa da edição nº 1244, de 20 a 26 de fevereiro de 2020, o título “IDEIA ORIGINAL (e que pode ser replicada Brasil afora) RESGATA A HISTÓRIA DE CÁCERES (MT) E DA IMPRENSA LOCAL. “Ao apostar na valorização da história e do jornalismo local, a iniciativa de Kishi mostra um novo caminho para os jornalistas e veículos do interior brasileiro”, diz trecho da matéria.


   Assunto é o que não falta. Assim sendo, vamos tentando atender o público leitor com as sugestões de pautas que vão sendo apresentadas. “Paciência, quem sabe poderemos atender o máximo delas possíveis. Este o nosso propósito”, conforme ressalta o diretor Wilson Kishi.

   O site Zakinews tem a determinação de procurar sempre e cada vez mais, inserir em suas páginas temas relevantes de pessoas e fatos que ajudaram decisivamente numa etapa da vida de Cáceres. As colunas do “Antes & Depois”, “Fatos & Fotos”, foram especialmente criadas com a finalidade de estampar através das fotos que estão perdidas no tempo, engavetadas no Museu, riquezas e preciosidades do cenário de lutas da vida de um povo. Assim é que estaremos cada vez mais MARCANDO A HISTÓRIA, de Cáceres.

 

 
 
 
 
 
 

Comentários: ( 12 ) cadastrados.
Por: Mariano Leal de Paula
Cuiabá
Um mural de relevante valor histórico da bela e eterna Princesinha do Paraguai!
08/07/2020 20:43:53

Por: Gilce Moreira
Cáceres
História quando tem valor, vale a pena os registros. Antonio Costa tem muitas histórias pela frente ainda pra contar e registrar sobre a minha amada Cáceres.
07/07/2020 07:28:46

Por: Lindomar Camargo
Cáceres
Kishi e Toninho, de tantos comentários dos leitores, são complementos que irão somar para enriquecer cada conteúdo. Muito interessante esse segmento cultural que vocês encontraram para serem publicados. é um novo alvo para pessoas que valorizam esse tipo de trabalho.
07/07/2020 01:01:16

Por: Luciano Egues
Ji-Paraná-RO
A história de vida de uma pessoa ou de uma cidade é feita de registros. Zakinews está registrando muitas coisas que ficarão na história de Cáceres para as futuras gerações. Muito bom e só temos que agradecer ao Antonio Costa e Wilson Kishi pelas dezenas de registros já publicados.
06/07/2020 22:29:34

Por: Wanderley Silva Souza
Cáceres
👍POSITIVO para vcs do ZAKINEWS.
Matérias sensacionais para serem guardadas na história de Cáceres.
06/07/2020 15:08:39

Por: Carla Mesquita
Goiânia
Pra quem saiu de Cáceres cedo e foi estudar fora, acaba despercebido a identidade de sua terra natal. Zakinews veio para preencher essa lacuna. Esperamos que continuem com essa vontade toda.
06/07/2020 15:02:12

Por: Carlos VianaCosta
Cáceres MT
Kishi esse "dom" de mostrar relembrar história tanto visual com escrita corre em suas veias pela herança deixado pelo seu pai que tanto contribuiu por Cáceres e região, continue mostrando esse talento enrriquecendo cada dia nossa sociedade e o mundo com esse registros, antigos e atuais, e com certeza o reforço intelectual do "grande" e dedicado poeta e escritor Cacerense "Toninho Costa" as matérias feita por vcs estão cada dia mas interessantes e emocionantes...
PARABÉNS "kishi & Toninho Costa"
ZakiNews.
Carlos VianaCosta
Artists Plástico
Cáceres-MT
06/07/2020 13:49:42

Por: Maria do Rosario
Caceres
Muito bonito o trabalho que vc faz kishi... toda semana esperamos anciosos com as historias dos colegas, amigos e conhecidos de caceres, relembrar é viver!
06/07/2020 10:42:01

Por: Josué Cardoso Martins
Cáceres-MT
Parabéns Kishi. O Zakinews é um site totalmente diferente. Notícias ruins deixa para outros. Consitnue produzindo matérias enriquecedoras da nossa história e cultura. Parabéns também ao jornalista Antonio Costa pelos conteúdos das matéerias.
06/07/2020 10:26:00

Por: Fabrício Oliveira
Cáceres
A idéia é espetacular Kishi, obrigado por nos proporcionar essa viagem ao passado,você e Toninho Costa estão de parabéns, é um presente aos cacereses.
06/07/2020 09:41:33

Por: Irineu de Araujo
Cuiabá
As recordações são momentos de nostalgias e saudades que nossas memórias nos proporcionam pelo motivo do nosso afastamento da terra natal. Os registros da histórias oferecem às gerações futuras, o conhecimento daqueles que contribuíram para o crescimento da sua localidade. As Nossas memórias são temporárias e os registros são eternos. Parabéns a Zakinews, através de Kishi e Toninho, pela brilhante iniciativa pioneira. Vocês já fazem parte dela.
06/07/2020 09:33:11

Por: Sub Ten Motta

Matérias que ilustram a história do nosso povo! Parabéns kishi.
06/07/2020 08:21:42

Faça o comentário para a noticia: Quadro Memórias e Histórias do Zakinews repercute positivamente e mantém leitores fiéis

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.