29/06/2020 - 09:00

Por: Wilson Kishi

Quase 50 anos depois, espaço da rodoviária central ganha projeto promissor


 


   Há 49 anos, no dia 31 de março de 1971, era inaugurada em Cáceres a rodoviária construída na Avenida Sete de Setembro. Nascia naquele local, o ponto de referência de parada de ônibus para embarque e desembarque de passageiros. A iniciativa foi do então prefeito, Dr. José Monteiro da Silva, que pela segunda vez estava governando município desde 20 de fevereiro de 1970, por Ato do governador de Mato Grosso, Pedro Pedrossian.

   Antes, por voto popular, Dr. José Monteiro havia sido eleito prefeito de Cáceres, juntamente com seu vice, José Esteves de Lacerda, para o mandato de 31 de janeiro de 1959 a 31 de janeiro de 1963. Ambos fizeram o compromisso de cada um governar o município por dois anos e assim foi feito e honrado. Um caso raro na política, principalmente nos cenários atuais.

   Mas, voltando ao assunto da rodoviária, Dr. Monteiro idealizou que Cáceres já merecia um espaço próprio para atender os ônibus que tinham suas paradas nas ruas da cidade, onde funcionou por longos anos, como na rua Coronel José Dulce, esquina com a Cel. Faria e Rua Antonio Maria Coelho, período em que circulavam os ônibus da empresa de transportes “Baleia”.

   E foi na época da conquista da Copa do Mundo de 1970, quando o Brasil se sagou Tri Campeão mundial de futebol, que os vereadores de Cáceres, sob a presidência do vereador José Souto Faria, aprovaram um projeto do executivo que autorizava a construção da Estação Rodoviária Municipal de Cáceres, na Avenida Sete de Setembro, esquina com a Rua Frei Ambrósio, com a denominação de “Nova Cáceres”. Foi a Lei Municipal nº 337, de 17 de julho de 1970. A empresa contratada para executar as obras foi a Engeplan e a prefeitura utilizou apenas Recursos Próprios do município.



   A inauguração da Nova Cáceres aconteceu em 31 de março de 1971 e contou com a presença de centenas de cidadãos. Foi descerrada a fita inaugural pelo prefeito José Monteiro da Silva e pelo Comandante do 2º Batalhão de Fronteira, Cel. Flávio Hugo Lima Rocha. Participaram do ato o deputado estadual José Benedito Canellas, o presidente da Câmara Municipal, vereador José Souto Faria, Dr. Luiz Marques Ambrósio, Maria Mac Leoud, entre outros.

   Uma das empresas instaladas na rodoviária era a São Cristóvão e a Viação Mato Grosso, vendendo passagens direto para São Paulo, Rio de Janeiro, Campo Grande, Cuiabá, Presidente Prudente, Rondônia, Vilhena, Porto Velho e Rondonópolis.


   A denominação de Nova Cáceres foi escolhida pelo próprio prefeito que, naquela oportunidade, imprimia na sua administração uma visão de cidade em pleno desenvolvimento e prosperava uma nova versão a caminho do seu bicentenário, e na sua essência a estação rodoviária marcaria esse momento, principalmente na circulação de pessoas de todos os cantos do estado e do país.

   O governador Pedro Pedrossian foi quem nomeou Dr. José Monteiro da Silva como prefeito, mas quem estampou a placa de inauguração da rodoviária foi o governador de Mato Grosso José Fontanillas Fragelli e o presidente da República, Emílio Garrastazu Médici.


   Em 1971, findava o mandato do prefeito Dr. Monteiro, com o seu falecimento ocorrido em 25 de outubro, no Hospital Souza Aguiar, no Rio de Janeiro, onde se encontrava em tratamento de saúde de grave enfermidade. Em seu lugar, toma posse o presidente da Câmara, vereador José Souto Faria, como prefeito interino por 15 dias, até a nomeação de Luiz Marques Ambrósio, em 10 de novembro de 1971.

   Por iniciativa do advogado e vereador, Dr. Hênio Maldonado, que exercia seu primeiro mandato parlamentar, foi aprovada por unanimidade a mudança do nome da rodoviária, passando a ser denominada, através da Lei nº 376, de 25 de abril de 1972, de Rodoviária Dr. José Monteiro da Silva, em homenagem ao ex-prefeito e idealizador do projeto.

   Ao longo dos próximos 30 anos, a rodoviária central foi ponto de interseção da rodovia BR-364 Cuiabá x Cáceres x Porto Velho, quando a estrada velha tinha sua entrada e saída pelo bairro DNER, e também com destino ao município de Barra do Bugres, pela rodovia MT-123 (hoje MT-343). Isso contribuiu para o desenvolvimento dos bairros da Cavalhada, Vila Irene, Cohab Nova e Jardim Padre Paulo, além de DNER, São José e Santos Dumont.

   Nos primeiros anos deste século 21, na primeira gestão (2001 a 2004) do prefeito Túlio Aurélio de Campos Fontes, foi realizada uma concessão para exploração dos serviços de embarque e desembarque de passageiros, com a construção de uma nova rodoviária, mais próxima da rodovia federal, a fim de desafogar o tráfego de grandes ônibus interestaduais na rodoviária localizada no centro da cidade.

   Dessa forma, a empresa Horizonte Engenharia saiu vencedora do certame e conquistou o direito de administrar por 25 anos a nova rodoviária de Cáceres, construída no bairro Jardim União. E seu controle administrativo se estendeu, apesar de precária, na Rodoviária José Monteiro da Silva (do centro), que ainda insistia com o funcionamento através de transportes de passageiros intermunicipais.

   Mas a extinção definitiva da rodoviária do centro de Cáceres era questão de tempo. O mesmo prefeito Túlio Fontes, já durante seu segundo mandato, entregou no final de 2012, o imóvel como parte de pagamento do passivo previdenciário, que a prefeitura tinha com a Previ Cáceres referente aos aportes anuais.

Foto: PreviCáceres
Atualmente, o espaço aguarda o certame de concorrência para executar o projeto moderno que proporcionará melhorias a todos.


   
O imóvel sofreu processo de reintegração de posse, concedida em janeiro de 2019. Com efeito, o Poder Executivo e Legislativo concluiu a regularização de Dação do Imóvel ao PREVICÁCERES, em julho de 2019, com a publicação da Lei n°. 2.777/2019.

   Atualmente, o espaço pertence ao PREVICÁCERES, órgão responsável por garantir o plano de aposentadoria e pensão dos servidores municipais, o qual apresentou estudo de viabilidade econômica e financeira para gerir a rentabilidade do imóvel, por meio de aluguéis.

   Após definição das diretrizes do projeto pelos membros do Conselho de Gestão do PREVICÁCERES, foi publicado o certame licitatório em 05/03/20, na modalidade concorrência. Contudo, a sessão do certamente, 09/04/2020, restou fracassada.

Imagens cedida pela PreviCáceres


   Tal certame licitatório culminou com período da pandemia, além da crise econômica instaurada no país, mas mesmo assim, em contato com a Direção Executiva do PREVICÁCERES, foi confirmada à redação do Zakinews, que nas próximas semanas será publicado novo certame licitatório.

   A área total do imóvel é de 1.908m, com um projeto orçado em mais de 1,4 milhões de reais, que será concedido à terceiros, por meio de concessão onerosa de uso por período superior a 10 anos. Além de estimar prazo para construção, entrega e amortização do valor investido nos aluguéis.

   O projeto arquitetônico está disponível no site do órgão, e nos revela um empreendimento moderno e grandioso, que certamente proporcionará melhorias àquela região da cidade, principalmente econômicas, inclusive aos servidores públicos municipais.

Imagens cedidas pela Previ Cáceres

 

Comentários: ( 15 ) cadastrados.
Por: Sammy Souza
Cáceres
Parabéns Kishi pelo excelente trabalho que vem fazendo, tenho acompanhado rotineiramente. A História a nossa Cultura nao pode ser esquecida, mas infelizmente muitos "Pau Rodados" que elegemos erroneamente pensam ao contrário. É uma pena que não teremos mais um ponto rodoviário prox. ao centro, que possa benefeciar tantos que não tem condições de se locomover até a Nova Sucateada Rodoviaria prox. a Rodovia.
01/07/2020 11:29:10

Por: Luiza Fraga
Cáceres
Hoje temos só lembranças e gratidão a Deus por tudo que vivemos na época da rodoviária Central, tudo era bom, perfeito, alegre, tinha tanto movimentos de pessoas que saiam de viagem outras chegavam, pois eu tive o prazer de conviver com todo esse encanto com as bênçãos de Deus🙏 pois o meu saudoso pai Vicente Fraga de Oliveira foi uns dos primeiros dono de restaurante ali na rodoviária, trabalhou até não poder mais por motivo de enfermidades, hoje ele não se encontra mais entre nós mais nos deixou um grande alegado de exemplo.Mais quero agradecer ZakiNews por nos oferecer essas lembranças dessas imagens da rodoviária Central, a qual me fez relembrar o quanto éramos felizes aquela época e não sabíamos, somos onze irmãos e fomos todos criados com o trabalho do nosso pai ali na rodoviária Central com o seu comércio Restaurante do Goiano, obrigada por está homenagem tão linda, que nuca deve ser esquecida por nós Cacerense principalmente.
01/07/2020 11:14:10

Por: Amarildo Peres
Cáceres
Infelizmente o certame tem grande probabilidade de dar deserto de novo. Pois a PREVI fez um projeto inviável para que for participar , pois com um terreno de 1908 MTS quadrados fazer um prédio de aproxidamente 600mts , por favor qual empresário irá entrar nesta.
A PREVI só tem que aravessar a avenida e se espelhar no novo prédio da Studio Z.
Aí sim aparecerá investidores pois o terreno da PREVI da duas lojas daquelas da STUDIO Z.
Vamos aguardar!!!!
30/06/2020 20:53:32

Por: Claudomiro Savoine
Glória D'Oeste - MT
Parabéns zakinews por reviver esse resgate histórico, guri ainda lembro de ter visitado essa rodoviária em 1971, lembro do restaurante "Ferradura", da casa noturna "Café Nice", Cáceres pulsava progresso.
30/06/2020 08:06:00

Por: Marcelo Renato
Cáceres
O bairro jardim União em desenvolvimento tem o previlegio de receber a estação Rodoviária Inter estadual José Palmiro da Silva, Que esse espaço possa receber a atenção que merece do município e da empresa administradora, afim de oferecer qualidade no atendimento aos funcionários, viajantes e usuário em geral.
29/06/2020 21:46:40

Por: Ageo Luiz Bastos Villanova
Cuiabá
Kishi, você é hoje a maior expressão da cultura dessa nossa Princesinha do Pantanal, fico grato por tudo que você representa a mesma

29/06/2020 20:04:20

Por: Rosani de Souza
Cuiabá
Que maravilha saber disso! O centro de Cáceres merece um projeto belo, para melhorar a aparência da cidade e pra diminuir o número de moradores de rua na área, a antiga rodoviaria passava uma imagem sombria de noite e um ar de perigo. Fico feliz com essa notícia.
29/06/2020 19:07:06

Por: EROTILDES HAYASHIDA DA SILVA
CUIABÁ MT.
QTAS SAUDADES DE QDO ERA A RODOVIÁRIA NA AV. SETE DE SETEMBRO TINHA MUITO MOVIMENTOS LOJAS,RESTAURANTES,ERA MOVIMENTADO DE PESSOAS ALEGRES,HOJE SÓ TRISTEZA......
29/06/2020 18:38:41

Por: Waldir Rocha
Caceres - MT
Parabéns equipe pela matéria em loco a princesinha tem alguém para escrever e registrar a história da nossa cidade. DEUS DE VIDA E SAUDE AOS ORGANIZADORES .ATT WALDIR ROCHA
29/06/2020 18:15:17

Por: Darci Benevides
Cuiabá-MT
Quando soube que tinham acabado com a rodoviária central achei uma grande pena, alem da praticidade de locomoção, Os comércios da região com certeza sofreram o impacto dessa perda. Hoteis, lanchonetes, taxistas. Particularmente não acho que essa obra vem a se consagrar, mas torço pra que Cáceres avance, tenho muito carinho por essa cidade.
29/06/2020 17:40:27

Por: Marlene Souza Rosa
Cáceres
É até difícil acreditar que pode virar esse prédio tão moderno, aguardamos anos por uma rodoviária decente e nunca foi feito nada.
29/06/2020 16:58:25

Por: Vantuir Dalbem Soares
Campo Grande
Cada vez que acesso as páginas do zaki news me impressiono com as matérias. Eu conheci a rodoviária central de Cáceres em 1976, saudade dos tempos de muita emoção no comércio aos arredores dela. Tinha uma vida noturna saudável. Eu amava quando o ônibus chegava do interior, pra gente almoçar rosbife no A Varanda ou no Bataclã...ô saudade da Cáceres daqueles tempos! Fico feliz também pelo projeto do novo centro histórico que vai ocupar o espaço da nossa saudosa rodoviária antiga. Parabéns pelas belas matérias Kishi, só você pra nos trazer boas lembranças.
29/06/2020 16:00:48

Por: Vilson sato
Caceres
parabéns kishi pela excelente matéria
29/06/2020 11:51:43

Por: Juvenal Pedroso ( Pelezinho)
Cáceres-MT
Tomara Deus que seja assim ! Quem viver...verás
29/06/2020 10:54:40

Por: Juvenal Pedroso ( Pelezinho)
Cáceres-MT
Tomara Deus que seja assim ! Quem viver...verás
29/06/2020 10:54:40

Faça o comentário para a noticia: Quase 50 anos depois, espaço da rodoviária central ganha projeto promissor

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.