22/06/2020 - 07:22

Por: Airton Reis

CRUZ BRASILEIRA - POETA AIRTON REIS





Cruz
no litoral.
Areia túmulo nacional.

Ceará.
Alagoas.
Rio de Janeiro...

Cruz
no Brasil Central.
Escadaria da Fé Divinal.

Mato Grosso, Igreja
Nossa Senhora do Rosário.
Fotografia, Missa, Memorial.

Cinquenta mil e noventa
vitimados pela pandemia viral.
A página da história em funeral.

A poesia sem verso e sem refrão.
A Pátria imersa em conflitante opinião.
O País quase campeão. Campeão da dor. Campeão da omissão.

Nada passará em vão.
Nada ocultura o padecimento da população.
Tudo será medido e aferido na mesma balança.

Viva continuará a esperança.
Basta à hipocrisia. Chega de demagogia.
Pulsante permanecerá a nossa cidadania.

Sepultamos os nossos finados.
Continuamos em lutos irmanados.
Cruz Brasileira: Salvai-nos dos que vivos, são desalmados!

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: CRUZ BRASILEIRA - POETA AIRTON REIS

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.