03/06/2020 - 22:52

Por: Redação Zakinews

Com suspeita de Covid-19, Adriano Silva morre em Cuiabá


 Wilson Kishi

 

    Depois de sofrer parada cardíaca na tarde desta quarta-feira, 03, em Cáceres e ser transferido para Cuiabá por uma UTI Aérea, Adriano Silva (DEM), veio a falecer no início da noite. Ele chegou a ser internado na Clínica Femina, mas não resistiu.

   Com 50 anos, Adriano Silva, ex-reitor da Unemat, era o atual presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (FAPEMAT) e também suplente de deputado federal.

   Segundo informações de familiares, Adriano passou mal no último domingo e fez exames na segunda-feira e acabou sendo internado no Hospital São Luiz, em Cáceres, com suspeitas de ter contraído coronavírus.

   Ainda em Cáceres, Adriano Silva aguardava o resultado dos exames, para ver se confirmava mesmo ser de Covid-19, quando os médicos detectaram que o pulmão estava bastante comprometido e haveria a necessidade de ser entubado e acabou sofrendo uma parada cardíaca durante esse procedimento.

   A reportagem do Zakinews tomou conhecimento que, durante a viagem para Cuiabá, mesmo com todos os equipamentos de uma Unidade de Terapia Intensiva aérea, Adriano sofreu outras duas paradas cardíacas chegando na Clínica Femina, com estado de saúde bastante comprometido e não resistiu, veio a falecer.

   Ele deixa a esposa Anelise Silva e três filhos: Murilo, Ana Júlia e Henrique, além de sua mãe e irmãos.

   Dionei Silva, amigo e ex-vice-reitor na gestão com Adriano Silva, foi quem deu a triste notícia para os integrantes da Universidade do Estado de Mato Grosso. “Recebi informação do sobrinho do professor Adriano, que ele acabou falecendo agora a pouco”, disse Dionei.

   As professoras a Unemat e ex-colegas de Adriano, e também integrantes do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres (IHGC) lamentaram a morte do ex-reitor. “Estou desolada. Tudo tão rápido. Esse vírus é letal” disse assustada a professora Neuza Zattar. “Estamos todos sem rumo, sem teto, sem chão, sem palavras, sem ideais, sem perspectivas de futuro próximo”, comentou Maria do Socorro Araújo.

   O professor Adriano Silva era formado em Direito e chegou a ser reitor da Unemat. Ele disputou em 2014 às Eleições para deputado estadual, chegando a assumir por alguns meses uma cadeira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Concorreu e perdeu para prefeito em 2016, contra a reeleição de Francis Maris Cruz e nas Eleições de 2018, disputou para deputado federal chegando a suplência. Atualmente ocupava a presidência da FAPEMAT, órgão do Governo Estadual e era pré-candidato a prefeito de Cáceres neste ano. 

   O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes lamentam profundamente o falecimento do amigo e gestor e prestam condolências aos familiares.

   O irmão Marcelo Silva, informou que o corpo de Adriano vai ser sepultado em Cáceres. “Chegaremos amanhã pela manhã e seguiremos direto para o Cemitério São João Batista”, confirmou Marcelo, sem precisar a hora de chegada, pois vai depender da liberação pela funerária de Cuiabá.

Atualizado às 13h15

   O corpo do professor Adriano Silva, apesar da autorização do governador de fazer o translado, encontrou resistência com a Vigilância Sanitária do Estado que estava resistente com situação. A VISA defendia seguir o protocolo e fazer com que o sepultamento ocorresse na cidade onde ocorreu o óbito. Depois de muita insistência dos familiares, ficou acordado que da liberação para ser sepultado em Cáceres e o corpo está previsto chegar por volta das 14h. Há mobilização dos amigos e familiares para recepcionar a chegada no local denominado Carangueijão.

   O prefeito de Cáceres Francis Maris Cruz, emitiu na manhã desta quinta-feira, 04, Nota de Pesar pelo falecimento do professor Adriano Silva ocorrido na noite anterior, em Cuiabá, por suspeita de Covid-19. Veja a íntegra no arquivo em anexo.

   A OAB, Subseção de Cáceres emitiu Nota de Pesar. Confira logo abaixo.


 

ADRIANO SILVA ASCENDE AO SENHOR!

Ao Pai retorna o filho amado.
Doloroso sentimento irmanado.
Rosário da fé neste momento consternado.
Imaculada Conceição em conforto Maternal.
Arcanjos Miguel, Rafael e Gabriel em Luz espiritual.
Novo Lar na seara estelar do justo e do pacificador.
Oriente Eterno da saudade iluminado pelo fraternal amor.

Sentimento de pesar familiar em versos da despedida.
Instante de mais de uma lágrima incontida. Cáceres chora.
Luto ampliado em cidadania. Silêncio na página da poesia.
Vai Adriano e alcance a dimensão dos que viveram para humanizar.
Aqui na Terra as suas pegadas permanecerão sempre exemplar. R.I.P.

(Airton dos Reis Júnior e família. Cuiabá-MT, 03 de junho de 2020).

 

 

Comentários: ( 5 ) cadastrados.
Por: Ageo Luiz Bastos Villanova
Cuiabá
Muito Triste para a nossa Princesinha do Pantanal, Cáceres está triste, Mato Grosso muito mais, ele ainda era as nossas reservas politicas, agora nem isso temos mais, descanse em Paz Prof° Adriano Silva, e que nosso bom Deus conforte o Coração de seus Familiares

04/06/2020 19:17:29

Por: Daniela Silva
Olinda/PE
Foi meu professor!
Notícia triste!
04/06/2020 11:21:56

Por: Denis
Cáceres
Notícia muito triste pros cacerenses, meus pesames.
04/06/2020 09:30:51

Por: Jeferson Oliveira
Cáceres
Meus sentimentos a toda família Silva, que Deus conforte a todos.
04/06/2020 08:48:38

Por: Nancy Gomes da Silva
Várzea Grande NT
Vivemos um tempo cruel e de apagão, estamos todos vulneráveis, um moço jovem com construções grandiosas citadas, com um futuro promissor derrepente a dor imensurável daqueles que terão de se reinventar na fé, união e força para suportar o que não se pode mudar. Minha solidariedade à família enlutada através da querida Rosely, Deus os conforte...
04/06/2020 08:39:59

Faça o comentário para a noticia: Com suspeita de Covid-19, Adriano Silva morre em Cuiabá

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.