13/11/2019 - 08:05

Por: Edna Pedro

Festival de Artes reúne no IFMT Cáceres produções artísticas individuais, de grupos e escolas



   
Manifestações artísticas culturais envolvendo crianças, jovens e adultos em apresentações de música, dança e teatro movimentaram o Festival de Artes do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres Prof. Olegário Baldo, na tarde da última sexta-feira (08.11). Aberto à comunidade, o festival reuniu seis espetáculos selecionados com apresentações individuais de grupos e escolas cacerenses, além da participação especial da Orquestra Unificada IFMT Unemat e dos grupos de dança da Escola Estadual Irene Ortega do município de Mirassol D´Oeste e Escola Estadual Estadual 13 de Maio de Porto Esperidião.

   “Acreditamos que iniciativas como a do Festival ajudem a mostrar novos horizontes culturais e promover mais oportunidades para os nossos artistas locais”, afirma o coordenador do projeto de extensão responsável pela realização do Festival de Artes do campus, Célio Jonas Monteiro.

   Em apresentação especial, o evento foi aberto pela Orquestra Unificada IFMT Unemat. Composta por 45 integrantes, a orquestra regida pelo professor Célio, doutorando em Ciências e Tecnologia das Artes, reúne músicos discentes de ambas às instituições e é aberto à participação da comunidade de Cáceres.

   “As duas instituições fazem um trabalho com arte musical, com educação musical, então surgiu a ideia da gente se fortalecer unindo as nossas ações com a oferta da educação musical, além de oferecer para a cidade de Cáceres mais uma oportunidade de arte”, afirma a assessora de Gestão de Cultura da Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat, professora Maria do Socorro de Sousa Araújo.

   Após a orquestra, o grupo convidado de dança da Escola Estadual Irene Ortega de Mirassol d’Oeste trouxe para o palco do festival a expressão cultural da dança tradicional folclórica de Mato Grosso, o siriri, com o quadro ‘O meu siriri, apresentado por seis crianças e adolescentes da escola.

   O espaço também foi aberto para apresentação da Escola Estadual 13 de Maio da cidade de Porto Esperidião com o grupo formado por sete adolescentes em performance de ‘FitDance’.

   O Teatro Infantil da Escola Municipal do bairro Vila Real deu início a programação dos espetáculos selecionados. Com a participação de 25 crianças estudantes, a escola apresentou o repertório musical “Caixa de brinquedos coisas de crianças”.

   Em seguida, a ludicidade e alegria do Samba envolveu o público na apresentação da Escola Municipal de Educação Infantil Pequeno Sábio. Organizado pelas professoras Cristiane Santana de Arruda e Mônica de Almeida Ribas o grupo de dança formado por 19 alunas e alunos do Pré II, com idade de 06 anos apresentou um espetáculo lúdico que reúne figurino, adereços, coreografia, cenário e música. A apresentação teve coreografias de samba de gafieira e foi também embalada por música com sons mais específicos de baterias de escolas de samba.

   Com música autoral, o festival foi tomado pela produção da Banda cacerense Macacos do Brejo, composta pelos cantores e compositores Luana Eras e Abner na composição, cordas e voz, Kelner Roberto na guitarra e, Luís Guilherme na bateria e percussão.

   Com apresentação individual, o pedagogo e arte-educador Elânio Domingues da Rocha, ao ritmo da dança hip hop, projetou a sua performance em modalidades popping, breaking e locking.

   Como espaço para músicas autorais o evento apresentou a vertente cantor e compositor do acadêmico e estagiário do IFMT Cáceres, Marcos Antonio Ferri. Em apresentação solo Voz e Violão, Ferri interpretou a canção de sua autoria intitulada “Princesinha do Rio Paraguai”, como homenagem à Cáceres e a rica biodiversidade do município.

   O fechamento das apresentações contou com a dança da modalidade jazz funk do Grupo Five Lights com a performance dos integrantes Alan, Cauan, Gabriela, Guilherme,Jéssica e Marcos. O grupo, criado em 2018, tem como objetivo dar voz ao público jovem LGBTQI+ por meio de ritmos e movimentos.

   Com o objetivo de integração por meio da arte, o festival marca a agenda cultural do campus com a apresentação de 114 artistas e da plateia formada por estudantes e docentes do IFMT, das escolas participantes e da comunidade cacerense. 

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Festival de Artes reúne no IFMT Cáceres produções artísticas individuais, de grupos e escolas

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.