17/08/2019 - 12:04

Por: Edna Pedro

IFMT Cáceres e ARPEP firmam acordo de cooperação para realização de projeto sobre sociobiodiversidade na região da Morraria


   O Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT, Campus Cáceres - Prof. Olegário Baldo, por meio do projeto de extensão 'Viveiros e Sementes Agroflorestais', desenvolve parceria com a Associação Regional das Produtoras Extrativistas do Pantanal, ARPEP, para construção de um viveiro de mudas na comunidade tradicional Nossa Senhora da Guia, sede do Grupo de Mulheres Frutos da Terra, ligado à Arpep, com produção e distribuição de espécies vegetais para recuperação de nascentes e outras Áreas de Preservação Permanente na região da Morraria, na Zona Rural de Cáceres. Nesta quinta-feira (15.08) o diretor-geral do campus, Prof. Salmo César da Silva e os representantes da ARPEP, a diretora da Associação, Érica Kasue Sato e assessor técnico Vilmon Alves Ferreira firmaram termo de cooperação entre as duas instituições para o acompanhamento educacional das atividades.

   Coordenado pelo professor Reginaldo Medeiros, o projeto aprovado em edital de extensão do IFMT realiza também agendas de sensibilização para preservação e conservação ambiental com oficinas, palestras e minicursos sobre manejos e práticas sustentáveis para recuperação e proteção de Áreas de Preservação Permanente e conhecimento sobre a sociobiodiversidade, bem como práticas educacionais envolvendo as comunidades da Morraria  e pais, estudantes e servidores da Escola Municipal Buriti em Vila Aparecida. Entre as ações, está a implantação de um pequeno viveiro demonstrativo na Escola Municipal Buriti e o acompanhamento da recuperação de uma nascente na comunidade tradicional Nossa Senhora da Guia.

   As ações extensionistas do IFMT Cáceres integram as atividades da ARPEP no projeto denominado 'Sociobiodiversidade do Cerrado da Morraria como Herança do Futuro', que além da recuperação e mapeamento das áreas degradadas das comunidades tradicionais da Morraria tem o propósito de promover a troca de saberes e conhecimentos entre gerações sobre os recursos naturais da região e a valorização e defesa da cultura dos povos do território. 

   Formada por mulheres do campo com o propósito de garantir autonomia, a ARPEP reúne quatro grupos de produtoras extrativistas do cerrado que promovem manejo agroecológico da produção e geração de renda, por meio do beneficiamento e comercialização de frutos do cerrado como pequi, cumbaru e babaçu.

   A solenidade de formalização da parceria entre o IFMT Cáceres, por meio da Coordenação de Extensão do Campus e a ARPEP, contou com a participação do Diretor de Administração e Planejamento do campus, Marcelo de Oliveira Galvão; o autor do projeto, professor Reginaldo Medeiros; a coordenadora de Extensão da unidade, professora Priscilla da Silva Rodrigues; coordenador-geral de Produção, professor Luciano Recart Romano; gerente local de incubadora de projetos do IFMT Campus Cáceres, Vagner Aniceto Teixeira; e o professor membro do projeto, Admilson Costa da Cunha.

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: IFMT Cáceres e ARPEP firmam acordo de cooperação para realização de projeto sobre sociobiodiversidade na região da Morraria

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.