20/07/2019 - 18:19

Por: Wilson Kishi

O 38º FIPe foi um dos mais seguros dos últimos anos, diz relatório do 6º CRO-PMMT


Foto: Polícia Militar


   
O 38º Festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres (FIPe) foi considerado um sucesso em vários aspectos. No quesito de Ordem Pública, a Polícia Militar de Mato Grosso, considerou ser um dos mais seguro festivais dos últimos tempos. É o que apresenta de conclusivo o Relatório Circunstanciado nº 03/2019-DPOE do 6º Comando Regional da Polícia Militar.

   No Relatório, mostra as ações realizadas pela Polícia Militar durante os cinco dias de festival de pesca e os efetivos distribuídos entre o policiamento montado (cavalaria), motorizado, de trânsito e o policiamento ostensivo à pé. Ao todo, 80 policiais militares foram escalados para atuarem no festival de pesca, entre eles, 10 da Cavalaria e 27 do Comando Geral da Capital.

   Pelos dados levantados, somente dentro do recinto do FIPe, registrou-se apenas 16 ocorrências, sendo elas de: lesão corporal (2), vias de fato (1), ameaça e resistência a prisão (2 cada), ato obsceno (1), porte ilegal de arma de fogo (2), uso ilícito de droga (1), desobediência, corrupção de menores, extravio de documentos e desacato (1 cada), e tráfico ilícito de drogas (1). No quadro geral o número aumenta para 70 registros distribuídos entre diversas situações.

   Segundo estimativa da Polícia Militar, entre os dias 10 a 14 de julho, passaram pelo espaço do festival de pesca, na área da Sicmatur, aproximadamente 195 mil pessoas, o Comando Regional concluiu que, pelos números de ocorrências registradas e de quase 200 mil pessoas nos cinco dias, o 38º FIPe foi um dos mais seguros dos últimos tempos e o policiamento cumpriu o objetivo principal que é promover o aumento da sensação de segurança ao público, graças ao esquema de segurança elaborado pelo 6º Comando Regional Oeste.

   Para o Tenente Coronel Waldez Moura Tapajós, o FIPe é um grande evento e a cada ano, há a necessidade de realizar estudos para a execução mais ostensiva nas operações. Neste sentido, ele destaca a participação importante do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) que há mais de 5 anos vem se reunindo constantemente para tratar de assuntos relacionados a Ordem Pública e principalmente nos grandes eventos que são realizados em Cáceres, como o FIPe e a festa agropecuária, entre outros.

   A estratégia para o festival, além da PMMT, teve apoio de outras instituições como a Polícia Civil, Bombeiro Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Ministério Público Estadual, Marinha, Exército, Pode Judiciário, entre outros. O empenho de que cada um fez foi primordial para garantir uma segurança e tranquilidade ao público que compareceram no evento.

   Criado e instalado há mais de 10 anos, o GGIM estava adormecido em Cáceres. Foi o promotor de Justiça, Augusto Lopes que, em 2015, remodelou o Regimento Interno e a composição dos membros do Gabinete. De 2015 para cá, acontecem as reuniões entre o GGIM e Sicmatur para traçar os planos de segurança nos festivais. Hoje o GGIM tem como secretário geral o Ten. Cel. PM Antonio Nivaldo de Lara Filho, e todos os meses se reúnem no gabinete do prefeito para tratar de assuntos diversos visando a Ordem Pública.

Foto: Polícia Militar
Foto: Polícia Militar
Wilson Kishi
Wilson Kishi
Wilson Kishi
Wilson Kishi
Wilson Kishi

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: O 38º FIPe foi um dos mais seguros dos últimos anos, diz relatório do 6º CRO-PMMT

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.