16/06/2019 - 22:02

Por: Wilson Kishi

Em sessão solene, Imortais da AML, professores Agnaldo e Olga assumem o IHGC


Matéria EXCLUSIVA Zakinews

   O engenheiro, Adilson Domingos dos Reis, entregou a chave da presidência do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres – IHGC ao professor da Unemat, Agnaldo Rodrigues da Silva, e sua vice-presidente, professora Olga Maria Castrillon Mendes, ambos imortais da Academia Mato-grossense de Letras – AML. A sessão solene do IHGC aconteceu na noite da última sexta-feira (14) na Câmara Municipal de Cáceres, no plenário Dr. Hênio Maldonado.

   O ato solene contou ainda com a presença do prefeito Francis Maris Cruz e do presidente da Câmara Municipal de Cáceres, vereador Rubens Macedo, que juntamente com Adilson Reis e professoras Maria Socorro Araújo, representando a Unemat e Elizabeth Madureira Siqueira, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso – IHGMT, compuseram a mesa de autoridades.

   Desde a sua fundação, em 15/03/2003, o Instituto de Cáceres foi presidido por: Vera Maquêa, Cesar David Mendo, Luis Emídio Dantas, Olga Maria Castrillon Mendes, Adilson Domingos dos Reis e, a partir desta data, por Agnaldo Rodrigues da Silva. Em seu discurso, Olga Maria destacou a iniciativa do professor João Carlos Vicente Ferreira, idealizador das criações dos institutos nas cidades do interior de Mato Grosso, e Cáceres foi o primeiro município a ter o Instituto implantado.

   Para o então presidente, Adilson Reis, a participação do IHGC em várias atividades como as articulações para integrar em conselhos municipais e eventos culturais, mostrando a sociedade cacerense todo o trabalho e importância da instituição e sua finalidade. Ele agradeceu todo apoio recebido pelo IHGMT, na pessoa da professora Elizabeth Madureira Siqueira e do padrinho do instituto de Cáceres, João Carlos Vicente Pereira, que estava presente na solenidade.

   Para o prefeito, Francis Maris Cruz,  o envolvimento de pessoas que se preocupam em resgatar a história de um povo, dos antepassados é importante para que as futuras gerações vejam todos os registros feitos hoje. “Vamos deixar esse legado e contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária e ficar registrado para que nossa história sirva de inspiração para os jovens e futuras gerações que tomarão conta da cidade e do instituto”, disse.

   O presidente do Legislativo, vereador Rubens Macedo, apontando para a galeria dos ex-presidentes da Câmara Municipal de Cáceres, desde a primeira Legislatura, disse que é preciso lembrar dos legisladores que também contribuíram com a cidade de Cáceres ao longo dos anos.

   Outra integrante do IHGC, Maria do Socorro Araújo, representando a Unemat, acha importante o envolvimento de outras instituições, como o IFMT, Faculdades, os quartéis e demais entidades para produzir uma Agenda Cultural para a cidade. “Cáceres é um lugar hospitaleiro e muito afetivo. Estou aqui faz 38 anos, pensava que não passaria de um. O afeto das pessoas e as condições da cidade possibilitam ficar e se estabelecer. Cáceres tem memória, tem os povos que aqui estão e que vieram e faz a cidade funcionar”, concluiu na tribuna.

   Cáceres foi a primeira cidade a criar seu Instituto Histórico e Geográfico, em 15 de março de 2003, e a presença da presidente do ano do centenário do IHGMT, professora Elizabeth Madureira Siqueira, e de outros integrantes, abrilhantou a solenidade. Ela reconheceu a atuação brilhante do Instituto de Cáceres, atendendo e cumprindo com a sua finalidade e, por isso, acredita que o IHGC possa se tornar um Ponto de Cultura, cujo edital já foi aberto para inscrição junto à Secretaria de Estado de Cultura. “Deixo essa proposta para Cáceres se tornar um Ponto de Cultura dentro do Estado e outra proposta é fazer um encontro entre o instituto do interior mais antigo com o mais novo, sendo Cáceres e Poxoréu. A experiência dos dois municípios poderá colher frutos para novos projetos e ações.

   No final, Elizabeth Madureira conduziu a entrega de um troféu para o presidente do IHGC, como reconhecimento de todo trabalho e colaboração durante as comemorações dos 100 anos do IHGMT. A secretária do instituto estadual, Neila Maria Souza Barreto, presenteou Cáceres com dois livros de sua autoria para enriquecer o acervo do IHGC. As obras literárias são: "Sarita Baracat: Vida e trajetória política" e o livro "Bicas, fontes e chafarizes, a história da água em Cuiabá", resultado da dissertação de mestrado em história pela UFMT, da jornalista e professora Neila Barreto.

   No momento da transferência do cargo, Adilson Reis, entregou uma linda chave de ferro, com dimensões aproximadas de 35 cm e 2 kg, nas mãos do presidente que assume o IHGC, Agnaldo, e da vice-presidente, Olga Maria, simbolizando o ato oficial de passagem de comando. “Desejo ao Agnaldo e Olga, ambos imortais da AML, que a luz do criador esteja sempre com vocês. Esta chave é para ser perpetuada em todas as solenidades de posse de nova diretoria”, finalizou Adilson Reis.

   Com a chave da presidência na mão, Agnaldo Rodrigues revelou a sua satisfação e honra em presidir o IHGC depois de 12 anos e 5 meses de seu ingresso na entidade. Disse se sentir honrado de estar ao lado de pessoas de inquestionável cultura e amor pela cidade e seu patrimônio histórico. Aproveitou o momento para reafirmar seu compromisso de trabalhar pelo fortalecimento da instituição e pretende implementar novas políticas que possa incentivar a cultura e valorizar a história, a memória e a identidade de Cáceres.

   A nova diretoria do IHGC para o biênio 2019-2021 ficou assim constituída: Presidente: Agnaldo Rodrigues da Silva; Vice-presidente: Olga Maria Castrillon Mendes; Primeira Secretária: Vanilda Castrillon Mendes Dantas; Segundo Secretário: Emilson Pires de Souza; Tesoureira: Neuza Benedita Zattar; e Conselheiros Fiscais: Pedro Paulo Pinto de Arruda e Maria do Socorro de Souza Araújo.
Diretoria 2019-2021: Presidente Agnaldo Rodrigues da Silva, Vice-presidente Olga Maria Castrillon Mendes, Secretários Vanilda Mendes Dantas e Emilson Pires de Souza, Conselheiros Fiscais Pedro Paulo Pinto de Arruda e Maria do Socorro Araújo, além da Tesoureira Neuza Benedita Zattar que não pode comparecer.  

   Também estiveram prestigiando a solenidade de posse, o professor João Carlos Vicente Ferreira, ex-presidente do IHGMT e membro da Academia Mato-grossense de Letras; a secretária do IHGMT, Neila Barreto, e seu esposo Ernesto Barreto; o advogado e professor em São Paulo, Ernani Calhao, e sua irmã, Ana Calhao; professoras Nancy Lopes e Zulema Figueiredo, ambas da Unemat; e familiares e amigos do IHGC. Após a posse da diretoria 2019-2021, o novo presidente deu posse a cinco novos membros efetivos do instituto de Cáceres: Linnet Dantas, Elizabeth Dutra, Wilson Kishi, Taisir Karim e José Carlos de Carvalho, além da professora Elizabeth Madureira Siqueira, como sócia correspondente.

Momento em que Adilson Reis entrega a chave do IHGC para Agnaldo Rodrigues da Silva e Olga Maria Castrillon Mendes
Presença de amigos e familiares, além do ex-presidente do IHGMT, professor João Carlos Vicente Ferreira e da atual secretária Neila Barreto.
Secretária do IHGMT, Neila Barreto, presenteou o IHGC com dois livros de sua autoria.
A presidente do IHGMT, Elizatebh Madureira entregou um troféu de reconhecimento pelas comemorações do Centenário do IHGMT
O novo presidente do IHGC deu posse aos novos membros efetivos do instituto de Cáceres, entre eles, a sócia correspondente Elizabeth Madureira Siqueira
Membros do IHGC: Emilson Pires, Pedro Paulo Pinto de Arruda, Vanilda Dantas e Olga Maria Castrillon Mendes

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Em sessão solene, Imortais da AML, professores Agnaldo e Olga assumem o IHGC

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.