14/05/2019 - 23:51

Por: Wilson Kishi / Zakinews

General Barão e Nestor Cardoso foram destaques em Conferência sobre segurança na fronteira


Whatsaap

   Durante a II Conferência Regional de Segurança e Defesa na Fronteira Oeste, promovida pela 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, em Cuiabá, ocorrida nos dias 08 e 09 de maio, o Juiz de Direito, Geraldo Fidelis, remeteu-se ao passado para registrar o trabalho desenvolvido na faixa de fronteira, relembrando dois grandes nomes da história: o Tenente do Exército Austregésilo Homem de Mello e Nestor Cardoso Leal.

Dr. Geraldo Fidelis apresenta Bruno Homem de Melo, neto do General Barão

   Lembrou que, naquele período da década de 30, o tenente Austregésilo chegou a Cáceres, vindo da cidade do Rio de Janeiro, com a missão de fazer a junção de duas Companhias para transformar em Batalhão de Fronteira e, posteriormente, criar os destacamentos militares.

   O tenente Austregésilo, ao conhecer Nestor Cardoso, um homem que tinha todo o domínio da terra na fronteira, convidou-o para ser seu guia oficial. Juntos, percorreram toda a extensão fronteiriça e definiram o ponto onde seriam instalados cada destacamento militar, dando condições para o Brasil se mostrar presente na faixa da divisa entre Brasil e Bolívia.

   Dessa forma, implantaram os destacamentos de Palmarito, Casalvasco, Fortuna, São Simão, Corixa e outros, como base militar do Exército na linha de fronteira com o país boliviano. Nestor Cardoso era um homem que conhecia na palma da mão a região de fronteira e facilitou as operações militares daquela época. Residia na fazenda São Miguelito, próximo à Ponta do Aterro, e havia trabalhado com Marechal Cândido Rondon, durante expedição de demarcação da linha telegráfica.

   A amizade entre Nestor e Austregésilo foi tão grande que se tornaram compadres. Quando teve que retornar ao Rio de Janeiro, já como Coronel do Exército, Austregésilo Homem de Mello prometeu voltar a Cáceres para viver o resto da sua vida, terra que aprendeu a amar. E assim ele cumpriu. Após alguns anos esteve de volta à cidade, como General Barão, onde se instalou, definitivamente.

Álbum de Família

   Logo após essa introdução, o juiz Geraldo Fidelis destacou que a história do General Barão pode ajudar a compreender melhor toda a sistemática e ajudar no principal objetivo do evento da Conferência Regional de Segurança e Defesa na Fronteira Oeste, que é de informar e discutir as necessidades e fragilidades com as instituições envolvidas, numa faixa de fronteira que tem 750 km de fronteira seca e que, no período das cheias, ultrapassam os 900 km, e garantir a segurança necessária que todos almejam.

   Ele ressaltou a importância da Loja Maçônica União e Força, que ajudou na ideia da criação do Canil-fron, hoje, uma realidade em Cáceres e o fortalecimento do Gabinete de Gestão Integrada da Fronteira. Disse ainda sobre a necessidade de instalação de uma Base Aérea e a perda dos valores conferidos dos crimes na fronteira em favor da Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e GEFRON.

   Além de Geraldo Fidélis, também foram palestrantes: o delegado, Mário Demerval, General de Brigada, Fernando Dias Herzer, Cel. do 2° BFRON, Antônio Hervé Braga, delegado da Polícia Federal de Cáceres, Adair Gregório e o Promotor de Justiça Estadual, Augusto Lopes Santos. Ainda contou com a participação do promotor Mauro Zaque de Jesus e a presença de dezenas de autoridades ligadas aos órgãos de segurança estadual e federal.

Dr. Geraldo Fidelis e Bruno Homem de Melo, netos de Nestor Cardoso Leal e Gal. Barão, respectivamente, em pose para fotos com Gal. de Brigada Fernando Herzer e autoridades da 13ª Brigada Infantaria Motorizada e amigos.

Plenário da Conferência com presença das representações dos órgãos de segurança do Estado e Federal

Comentários: ( 3 ) cadastrados.
Por: Bruno homem de melo
Cuiaba
Obrigado Kishi por publicar essa notícia. Pela importância do evento para as problemáticas da fronteira e também por fazer menção a essa amizade tão fraterna e bonita q tanto produziu pela nossa fronteira oeste.. Geraldo Fidelis foi muito feliz nas suas palavras.. em relação ao presente, ao futuro e nas memórias do passado.. seguimos em frente por uma fronteira melhor. ABS. Bruno Homem de Melo
15/05/2019 01:23:34

Por: Nátia da Lapa
Cuiabá
Kishi, parabenizo você como cidadão cacerense e nosso amigo, por ter divulgado essa linda homenagem prestada pelo Dr.Juiz Geraldo Cardoso Fidelis Neto há tão honrados cidadãos que prestaram relevantes serviços a nossa fronteira brasileira: o Sr. Nestor Cardoso e o General Austregésilo Homem de Melo, este último avo do meu filho Bruno Homem de Melo. Que lindo resgate de parte da história cacerense através das memórias de tão ilustres cidadãos. Kishi continue fazendo esses resgates de memorias de inúmeros cidadãos cacerenses ou mesmo os que foram para Cáceres e dai não saíram mais. Construíram famílias...contribuíram na construção da história de Cáceres. Inclusive seu pai e toda a colônia japonesa. São memórias a serem resgatadas. Parabéns a todos vocês que participaram na promoção desde belíssimo evento e tão nobre iniciativa.
15/05/2019 15:05:43

Por: Paulo Fanaia
cuiabá
Parabéns pela linda matéria Kishi homenageando o nosso querido Barão e o sr Nestor Cardoso . Parabéns Geraldinho em nos nos ajudar neste resgate dos ilustres cacerenses.
16/05/2019 20:41:48

Faça o comentário para a noticia: General Barão e Nestor Cardoso foram destaques em Conferência sobre segurança na fronteira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.