Zaki News

01/12/2017 - 20:57

Por: Esdras Crepaldi

CEJA Milton Curvo realiza sétima edição do concurso “Beleza negra”


Assessoria

   O Centro de Educação de Jovens e Adultos – CEJA “Professor Milton Marques Curvo”, realizou no último dia 29,seu tradicional concurso Beleza Negra. Este ano , já em sua sétima edição consecutiva, o evento teve como objetivo resgatar a Cultura Afro-Brasileira, e sua importância no contexto social brasileiro,  através das influências na formação étnica atual e no meio sociocultural.

   Segundo a diretora do CEJA, professora Edileuza Oliveira, durante todo mês de novembro, mês que se comemora a Consciência Negra, os professores trabalharam diversas atividades pedagógicas com o tema Cultura Afro-brasileira. Produções de texto, varal literário, trabalhos manuais - pintura e artesanato,e culinária, movimentaram os corredores e salas de aula da escola dando um colorido especial nos conteúdos e oficinas realizadas.

   Apresentações culturais também movimentaram a noite e difundiram a inclusão. O aluno Altemar Machado, que é cadeirante,executou em seu clarinete um samba composto por Jorge Bem Jor. Estudantes do projeto de leitura einclusão apresentaram uma coreografia que emocionou o público presente.

   A diretora explica que para encerrar a programação a escola promove um desfile que elege o rei e a rainha da beleza negra. “Este desfile é tradicional edifunde a beleza negra dos nossos alunos que estudam na sede do CEJA Milton Curvo ou em nossas salas anexas, que funcionam em quatro diferentes escolas”, observa Edileuza.

   No desfile feminino13 candidatas e  no masculino10 candidatos concorreram ao título máximo da Beleza Negra.

   Todos entraram duas vezes na passarela com trajes que evidenciavam a cultura afro-brasileira.

   Antes da divulgação final, enquanto os jurados computavam os pontos dos participantes, mais uma apresentação, uma dança afro com coreografia de capoeiristas, brindou o público presente.   A comissão julgadora foi composta pelas professoras mestras Roseli Ferreira Lima e Elaine Nunes, pela ativista e vice-presidente do Movimento Negro do Pantanal, Ana Rosa Rodrigues, pela profissional da educação Rosinei Maria e pelo bailarino, dançarino e coreógrafo Johan Steven GruesoViveros, ex-aluno da escola e quefoi eleito Rei da Beleza Negra em 2016.

   Após a dança, muita expectativa de toda comunidade escolar para conhecer o novo rei e a nova rainha.

   Na categoria feminina foi eleita Rainha da Beleza Negra, a aluna Daniela Venâncio da Silva, que obteve147 pontos. A Princesa, segunda colocada foi Fernanda Santos Marques que totalizou144 pontos e na terceira posição ficou a candidata Cintia Lorrayne F. Silva. Já no masculino o Rei da Beleza Negra 2017 foi Luiz Felipe com 141,5. O Príncipe, segundo colocado foi WevertonCaetanode Jesus que somou137 pontos e o terceiro lugar coube a João da Silva Rosa com 134,5.

   “Eu sou negra e tenho orgulho da minha cor. Quero que os jovens e adultosnegros se sintam incluídos e importantes para o desenvolvimento na sociedade, e que combatam ao racismo e as diferenças que excluem. Estou muito feliz pelo título,” ressalta Daniela Venâncio.

   “Fico feliz por ser eleito o Rei da Beleza Negra e representar os afrodescendentes”, comemora Luiz Felipe.

   Finalizando o evento comidas, docese bebidas típicas da cultura afro-brasileira foram servidas a todos os presentes.

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: CEJA Milton Curvo realiza sétima edição do concurso “Beleza negra”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.