12/06/2017 - 16:23

Por: Nataniel Zanferrari

Unemat participará de operação dos 50 anos do Projeto Rondon


   Uma equipe da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) foi selecionada para participar da edição 2017 do Projeto Rondon. A equipe composta por alunos do Câmpus Universitário Deputado Estadual Renê Barbour, em Barra do Bugres, participará da Operação Cinquentenário, no município de Candeias do Jamari, em Rondônia, entre 5 e 23 de julho. 

   Equipe Unemat

   A equipe unematiana será coordenada pelo professor do curso de Arquitetura e Urbanismo, João Mário de Arruda Adrião. A professora de Engenharia de Alimentos, Sumaya Ferreira Guedes, e o professor de Arquitetura e Urbanismo, Carlos Edinei de Oliveira

   O grupo de rondonistas será composto pelos alunos Heloisa Ribeiro Noivo Navarro e Ricardo Gonçalves Saraiva, do curso de Arquitetura e Urbanismo; Klesley Hiago da Rocha Tavares e Priscila Larissa da Silva Antunes dos Santos, do curso de Ciência da Computação; Alexsander Paz Landim, Daniel Arruda de Oliveira e Plinio de Andrade Carvalho, do curso de Direito; e Izamara Cirqueira Bini, do curso de Matemática. 

   Projeto Rondon

   O Projeto Rondon nasceu em julho de 1967, mas teve suas atividades encerradas em 1989. Em 2005 foi reativado devido ao pedido de alunos universitários. O projeto é uma ação governamental do Ministério da Defesa por meio das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), que dividem a coordenação e apoio à execução. O Projeto Rondon é uma ação de integração social que leva, através de palestras e oficinas apresentadas por universitários voluntários, informação e conhecimento que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população.

   Já o nome é uma homenagem ao marechal mato-grossense Cândido Marino da Silva Rondon, considerado Patrono das Comunicações no Brasil e com feitos reconhecidos mundialmente. A primeira operação do Projeto Rondon ocorreu também no estado de Rondônia, e a operação atual celebra os 50 anos do início das atividades. 

   Operação Cinquentenário

   A operação comemorativa dos 50 anos do Projeto Rondon contará com 30 Instituições de Ensino Superior (IES) de oito estados e do Distritos Federal e atuará em 15 municípios. Toda a estrutura para receber os rondonistas está sendo preparada nas instalações da 17ª Brigada de Infantaria de Selva (Brigada Príncipe da Beira), do 5º Batalhão de Engenharia de Construção e da 17ª Companhia de Infantaria de Selva, em Porto Velho, sede da Operação Cinquentenário, onde as equipes ficarão instaladas durante a abertura e encerramento da programação.

   De acordo com o coordenador regional da Operação, o capitão-de-fragata José Antônio Gomes da Silva, os militares estão dedicados à tarefa. “Não estão sendo medidos esforços no sentido de garantir uma grande operação, com resultados significativos tanto para as IES envolvidas como para os municípios atendidos”, afirma o capitão-de-fragata.

   Cada município receberá duas IES, uma do conjunto A, que desenvolverá ações com relação à saúde, educação, direitos humanos, justiça e cultura, e outra do conjunto B, que desenvolverá trabalhos voltados ao meio ambiente, tecnologia, comunicação, produção e trabalho. O município de Candeias do Jamari receberá a Unemat no conjunto A, enquanto o conjunto B será desenvolvido pela Universidade de Marília (Unimar), de São Paulo.

   Além da Unimar, também participam do Projeto Rondon outras seis IES paulistas: o Centro Universitário de Votuporanga (Unifev); o Centro Universitário Fundação Hermínio Ometto (Uniararas); a Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (Eerp) e o Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU), ambas da Universidade de São Paulo (USP); a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); e a Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep).

   Também integram a Operação Cinquentenário a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), da Bahia; as Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central (Faciplac) e a Universidade de Brasília (UnB), do Distrito Federal; a Universidade do Vale do Sapucaí (Univás), a Universidade Federal de Alfenas (Unifal) e a Universidade José do Rosário Vellano de Alfenas (Unifenas), de Minas Gerais; o Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR) e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), do Paraná; o Centro Universitário La Salle do Rio de Janeiro (Unilasalle-RJ) e a Universidade Severino Sombra (USS), do Rio de Janeiro; a Faculdade de Direito de Santa Maria (Fadisma), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFarroupilha), a Universidade de Cruz Alta (Unicruz), a Universidade de Passo Fundo (UPF), a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e a Universidade Federal do Rio Grande (Furg); e a Universidade Comunitária Regional de Chapecó (Unochapecó), de Santa Catarina.

   Além de Candeias do Jamari, a Operação Cinquentenário atenderá os municípios rondonienses de Alto Paraíso, Alvorada D’Oeste, Buritis, Cacaulândia, Campos Novo de Rondônia, Guajará-Mirim, Itapuã do Oeste, Monte Negro, Nova Mamoré, Rio Crespo, São Miguel do Guaporé, Teixeirópolis e Urupá. Também serão atendidas as comunidades do Baixo Madeira, em Porto Velho. 

   Candeias do Jamari

   Candeias do Jamari é um município brasileiro do estado de Rondônia, com população de pouco mais de 19 mil habitantes. Fica a 20 quilômetros da capital rondoniense, Porto Velho. Possui uma área de cerca de 6.800 quilômetros quadrados, na qual abriga a Usina Hidrelétrica de Samuel. Surgiu como povoação no cruzamento da Rodovia Federal BR-29 (hoje Rodovia Federal BR-364) com o Rio Candeias, um afluente do Rio Jamari, e ficou conhecida como Vila Candeias em homenagem ao rio que banha a cidade. O município foi criado com o nome de Candeias do Jamari em 1992, com área desmembrada do município de Porto Velho. Possui um distrito chamado Triunfo, localizado a 120 quilômetros da sede do município, com cerca de quatro mil habitantes.

 

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Unemat participará de operação dos 50 anos do Projeto Rondon

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.