23/05/2017 - 08:46

Por: Assessoria

AgriHub promove o 1º Hackathon do Agronegócio de Mato Grosso


   O programa AgriHub promoverá entre os dias 9 e 11 de junho uma maratona para desenvolver protótipos para problemas reais do agronegócio chamado “Dev.Agri”. O evento é gratuito e será no município de Sorriso-MT. As vagas são limitadas para 60 pessoas e as inscrições devem ser feitas de 22 de maio até 7 de junho no site dev.agr.br. A evento está sendo organizado pelo AgriHub com o Sindicato Rural de Sorriso. 

   O AgriHub é uma rede de inovação em agricultura e pecuária que identifica as   necessidades dos produtores e os conecta a startups, mentores, empresas, pesquisadores e investidores. É uma iniciativa da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). 

   Os participantes terão 53 horas intensivas para desenvolver um software ou hardware que atenda os desafios estabelecidos pela organização do evento após pesquisa feita no estado, com soluções inovadoras e criativas que sejam transformadas em protótipos plausíveis. 

   Cada grupo será composto por quatro desenvolvedores e um especialista em qualquer outra área como, por exemplo, negócios, agro, design, comunicação e engenharia. As inscrições poderão ser feitas individualmente com a opção de marcar o nome do seu grupo na ficha, caso existam grupos pré-definidos. Os grupos serão construídos no início da maratona, sendo assim, pessoas sem grupo também poderão participar. 

   A comissão vai apresentar três problemas, sendo dois de hardware e um de software, e os grupos vão escolher entre um deles para apresentar as soluções. Também serão disponibilizados alimentação, kits de arduíno para quem quiser propor protótipos para hardware e uma oficina de design e prototipação. 

   O AgriHub também busca pessoas de outras áreas que tenham a “pegada” para criação de produtos e que tenham interesse em inovações, que cativem clientes, investidores e parceiros interessados em viabilizar a presença do produto no mercado do agronegócio. “Ainda que o interessado trabalhe em outra área, sua experiência profissional não é descartada ao lidar com outro mercado”, alertou Heygler de Paula, responsável pelo programa AgriHub. 

   Para aqueles que não sabem modelar ideias inovadoras para problemas ou programar em arduínos, estão previstos workshops de design thinking e de arduínos que vão apresentar ferramentas administrativas e de desenvolvimento para os participantes. Essas etapas não são obrigatórias. São consideradas preparatórias para pessoas que sabem um pouco de linguagem de programação e não têm ainda habilidades com hardware ou para especialistas em negócios que queiram aprender a modelar produtos inovadores e transformá-los em protótipos. 

   Os grupos serão avaliados de maneiras distintas. Seis mentores técnicos irão verificar os códigos e protótipos desenvolvidos e cinco produtores rurais devem avaliar se o produto desperta interesse e se seriam utilizados nas respectivas propriedades rurais. 

   Os vencedores do evento receberão prêmios que serão anunciados ao longo do mês. 

   Os parceiros da iniciativa são: Sebrae, Facem, IFMT, UFMT, Unic, Startap MT, MTSTARS, Fundação Sorriso, Prefeitura de Sorriso e Unemat. 

   Para mais informações acesse o hotsite: dev.agr.br

 

 

Assessoria Famato

Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: AgriHub promove o 1º Hackathon do Agronegócio de Mato Grosso

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.